Campeonato Paranaense

No Coritiba, Morínigo repete marca negativa de Sandro Forner

Gustavo Morínigo: três derrotas seguidas no Paranaense
Gustavo Morínigo: três derrotas seguidas no Paranaense (Foto: Valquir Aureliano)

O Coritiba de 2021, comandado pelo técnico Gustavo Morínigo, conseguiu repetir uma marca negativa do time de 2018, que era dirigido pelo técnico Sandro Forner. No último domingo, a equipe chegou à terceira derrota consecutiva dentro do Campeonato Paranaense, algo que não ocorria no clube desde 2018.

Com Morínigo, o Coritiba iniciou bem a temporada, com seis vitórias (duas pela Copa do Brasil), um empate e uma derrota. Essa única derrota foi para o Operário, com o time da capital escalando nove reservas na formação inicial. Depois dessa arrancada inicial, porém, vieram três derrotas seguidas: 3 a 2 para o FC Cascavel (no Couto Pereira), 2 a 1 para o Athletico (na Arena da Baixada) e 1 a 0 para o Londrina (no estádio do Café).

Em 2018, o Coritiba começou a temporada sob o comando do técnico Sandro Forner. O time passou pelas duas primeiras fases da Copa do Brasil (eliminou Parnahyba e Uberlândia) e conquistou o primeiro turno do Campeonato Paranaense – a Taça Dionísio Filho. Somando as duas competições, foram cinco vitórias, quatro empates e uma derrota naquele início de temporada.

Depois da conquista da Taça Dionísio, com a vitória por 3 a 0 sobre o Rio Branco, o Coritiba de Forner começou o segundo turno do Campeonato Paranaense com três derrotas seguidas: 3 a 0 para o Maringá (Couto Pereira), 2 a 0 para o Paraná (Vila Capanema) e 3 a 1 para o Foz (Couto Pereira).

Forner escalou reservas contra o Maringá e contra o Foz, porque tinha o clássico contra o Paraná e dois confrontos contra o Goiás, pela Copa do Brasil, naquele período. Acabou eliminado da Copa do Brasil, perdendo por 2 a 0 em Goiânia e empatando em 1 a 1 no Couto.

Por ser campeão do primeiro turno, o Coritiba disputou o título do Paranaense 2018 com o Athletico, campeão do segundo turno (Taça Caio Júnior). O time de Sandro Forner venceu por 1 a 0 o jogo no Couto Pereira, com gol de falta de Julio Rusch. Na decisão, na Arena, perdeu por 2 a 0 e viu a equipe rubro-negra comemorar o título. Sandro Forner acabou deixando o clube dias depois, após estrear com derrota na Série B — 2 a 0 para o Sampaio Corrêa. Hoje, em 2021, ele é auxiliar-técnico na Ponte Preta.

AS TRÊS DERROTAS SEGUIDAS
No Campeonato Paranaense 2018

Taça Caio Júnior, 1ª rodada, 4 de março
Coritiba 0x3 Maringá
Coritiba: Rafael Martins; Marcos Moser, Alex Alves, Alan Costa e César Benítez; Matheus Galdezani, Wellington Simião (Julio Rusch), Kady (Matheus Bueno), Ruy (Alvarenga) e Pablo; Evandro. Técnico: Sandro Forner.
Maringá: Fabio; Rhuan (Danilo Mohamed), Alex Fraga, Egon e Carlão; Thiago Christian, Fabrício (Virgilio Borges), Lucão (Edmar), Washington e Paulinho Moccelin; Bruno Batata. Técnico: Fernando Marchiori.
Gols: Alex Fraga (24-1, de cabeça, após escanteio), Alex Fraga (10-2, de cabeça, após escanteio), Washington (38-1, de cabeça)
Local: Estádio Couto Pereira

Taça Caio Júnior, 2ª rodada, 7 de março
Paraná Clube 2x0 Coritiba
Paraná: Richard; Alemão, Neris, Rayan e Mansur; Leandro Vilela, Jhonny Lucas (Wesley Dias), Vitor Feijão, Carlos Eduardo e Marcelo Báez (Diego Gonçalves); Thiago Santos. Técnico: Rogério Micale
Coritiba: Wilson; Marcos Moser, Thalisson Kelven, Romércio e Léo Andrade; João Paulo, Julio Rusch, Thiago Lopes (Kady), Iago Dias (Yan Sasse) e Guilherme Parede (Alvarenga); Alecsandro. Técnico: Sandro Forner
Gols: Thiago Santos (5-2, chute dentro da área, após escanteio) e Diego Gonçalves (48-2, chute dentro da área)
Expulsão: Zezinho (41-2º)
Local: Vila Capanema

Taça Caio Júnior, 3ª rodada, 11 de março
Coritiba 1x3 Foz
Coritiba: Wilson; Benítez, Alan Costa, Alex Alves e Vinícius Araújo; Simião, Galdezani e Matheus Bueno; Alvarenga (Pablo), Evandro (Yan Sasse) e Kady (Thiago Lopes). Técnico: Sandro Forner
Foz: Glauber; Paulinho, Alex Maranhão, Leandro Silva e Luiz Beltrame; Maycon Canário, André Oliveira, Matheus Olavo (Tarcísio) e Juninho (Mathiola); Raphael Alemão (Marcelo Soares) e Luccas Brasil. Técnico: Negreiros
Gols: Matheus Olavo (28-1, de falta), Raphael Alemão (11-2, chute dentro da área), Marcelo Soares (31-2, chute dentro da área), Yan Sasse (45-2, chute dentro da área, após cruzamento de Pablo)
Local: Couto Pereira