Assine e navegue sem anúncios [+]
Lista

No Dia Internacional da Cerveja, relembre os personagens mais bebuns do cinema e da TV

Heleninha Roitman (Renata Sorrah), em cena de Vale Tudo (1988)
Heleninha Roitman (Renata Sorrah), em cena de Vale Tudo (1988) (Foto: Reprodução/Memória Globo)

Em 3 de agosto de 2007, na cidade de Santa Cruz, na Califórnia, foi criado o Dia Internacional da Cerveja, com o intuito de celebrar a bebida e as diferentes formas de cultura originadas a partir da sua degustação.

Mas, para comemorar essa data, nada mais justo do que relembrar aqueles personagens que entraram para a história, justamente por não controlarem a sua paixão pela dita cuja.

Confira a nossa seleção!

Heleninha Roitman (Renata Sorrah), de Vale Tudo

Porque Renata Sorrah não vive só de Nazaré Tedesco. Muito antes da "raposa felpuda", Renata entrou para o imaginário brasileiro como a rica Heleninha Roitman, que tomava porres homéricos. Tudo bem, a sua predileção era pelo uísque, mas não poderíamos deixar passar aquela que é a maior bebum da televisão brasileira. Também, com uma mãe como Odete Roitman, impossível alguém ter um pouco de sanidade.

Bafo de Bode (Bemvindo Sequeira), de Tieta

Um dos personagens mais marcantes da novela Tieta, não poupava ninguém dos seus comentários sarcásticos.

Raquel (Glória Pires), de Mulheres de Areia

Quando não estava tramando maldades contra a irmâ gêmea Ruth e o escultor Tonho da Lua (Marcos Frota), a grande vilã do clássico das 18 horas tomava porres homéricos, fosse de uísque ou de qualquer outra bebida. Nessas horas, o deboche dela ia a níveis inimagináveis.

Orestes (Paulo José), de Por Amor

Vivido de forma intensa por Paulo José, o personagem enfrentava problemas com a família e nas várias tentativas de se firmar em um emprego, sempre prejudicando-se por causa do vício. Só contava com a ajuda da filha Sandrinha (Cecília Dassi) que, após muita luta, conseguia convencê-lo a procurar a ajuda dos Alcóolicos Anônimos.

Santana (Vera Holtz), de Mulheres Apaixonadas

Vera Holtz interpretou, com muito realismo, a história da professora Santana, que não conseguia controlar o vício em álcool. Por causa disso, a vida pessoal e profissional da personagem ia por água abaixo. No ranking dos alcóolatras mais importantes da TV, só fica atrás de Heleninha Roitman.

Hancock (Will Smith), de Hancock

Talvez, o super-herói mais politicamente incorreto da história do cinema. Grande momento de Will Smith.

Ben Sanderson (Nicolas Cage), de Despedida em Las Vegas

Nicolas Cage foi ao limite neste filme, gravando, realmente alcoolizado, as cenas de porre de seu personagem. Resultado? Oscar e Globo de Ouro de melhor ator.

Martha (Elizabeth Taylor) e George (Richard Burton), em Quem Tem Medo de Virginia Woolf?

Casados na tela e na vida real, Elizabeth e Richard deram vida ao casal mais amargo e beberrão do cinema, nesta adaptação de uma peça de Edward Albee.

Charlie Harper (Charlie Sheen), de Two and a Half Men

Quando arte e vida se misturam. Mas isso não impediu Charlie Sheen de brilhar na pele do personagem.

Homer Simpson e Barney Gumble, de Os Simpsons

Quando os dois se juntam na Taverna do Moe, é diversão (e confusão) na certa. Mas sozinhos, eles não poupam encrencas também. Apesar que não é preciso dizer muita coisa sobre eles, não é mesmo?

Jack Sparrow (Johnny Depp), nos cinco filmes da série Piratas do Caribe

Quando arte e vida se misturam, parte 2. Mas, querendo ou não, Depp criou o personagem mais célebre do cinema no século 21.

Karen Walker (Megan Mullally), de Will and Grace

A bebida entra, a verdade sai. Eis a filosofia de vida da personagem da clássica série.

Assine e navegue sem anúncios [+]

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. OK