Publicidade
Empresário fez protesto na Caixa

No Paraná, apenas uma em cada cinco empresas consegue empréstimo

Ventura: “Não demiti ninguém, mas estou no meu limite”
Ventura: “Não demiti ninguém, mas estou no meu limite” (Foto: Franklin de Freitas)

O empresário Arlindo Ventura, conhecido como “Magrão”, dono do O Torto Bar, no São Francisco, revela que chegou ao limite. Nesta segunda-feira (13), ele fez um protesto se acorrentando em frente à agência da Caixa Econômica Federal, do Centro Cívico, pela liberação da linha de crédito prometida pelo governo federal para ajudar os micro e pequenos empresários.

Ventura conta que desde fevereiro está tratando com o banco. Com três funcionários e fechado por conta do isolamento social, o empresário diz que não tem como segurar. “Eu não demiti ninguém, mas estou no meu limite”, afirma.

Com um extrato da conta, Ventura mostra que a linha de crédito Giro de Caixa está aprovada, mas o valor de mais de R$ 55 mil não é liberado. “O gerente diz que é por conta da restrição junto ao Serasa, mas em fevereiro eu não estava com nenhuma restrição”, afirma. “Agora depois e tanto tempo, qual o empresário que não tem contas em atras?“, questiona. “Em, fevereiro eu não tinha nenhuma”, ressalta.

A história do empresário é mais uma no universo de tantas outras. Um estudo do Sebrae mostra que no Paraná, apenas um em cada cinco pequenas empresas conseguiu obter empréstimo.

A 4ª edição da pesquisa Impacto da Pandemia do Coronavírus, realizada pelo Sebrae em parceria com a Fundação Getúlio Vargas (FGV), mostra que 21,3% dos pequenos negócios no Paraná conseguiram obter crédito junto às instituições financeiras. Outros 31,1% ainda aguardam respostas e 47,7% tiveram o crédito negado. O porcentual paranaensese é maior que a média no Brasil, que é de 16% de sucesso na obtenção de crédito.

Resposta da Caixa

Em nota encaminhada à redação, a Caixa informa que 'busca estar atenta às necessidades das micro, pequenas e médias empresas, especialmente nesse momento de desafios". Infroma ainda que lançou um portal para facilitar a manifestação das empresas a respeito do interesse em contratar linhas de crédito. Reitera que para a liberação do crédito a empresa não pode ter restrição cadastral no CNPJ da empresa ou no CPF do sócio.

Leia  nota na íntegra:

Informamos que Caixa busca estar atenta às necessidades das micro, pequenas e médias empresas, especialmente nesse momento de desafios.

A Caixa lançou o portal www.caixa.gov.br/caixacomsuaempresa, que permitiu que qualquer empresa manifeste seu interesse em contratar as linhas de crédito anunciadas, onde as empresas aptas ao crédito são contatadas pelo Gerente da agência da Caixa mais próxima da empresa.

 
Sobre a linha Giro Caixa Pronampe, informamos  que a Receita Federal analisa o enquadramento da empresa e envia o comunicado onde consta a HASH CODE (código de validação), conforme critérios e regras estabelecidas pelas Portarias RFB nº 978 e 1.039. Para todas as empresas, será exigido o HASH CODE - código fornecido pela Receita Federal, além do documento de constituição da empresa, documento dos sócios e faturamento.

Cabe destacar que a empresa não poderá ter restrição cadastral no CNPJ da empresa ou no CPF do sócio.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES