Brasileirão

No Paraná Clube, Micale ganha dois reforços, mas segue sem oito jogadores

O zagueiro Rayan
O zagueiro Rayan (Foto: Geraldo Bubniak)

O técnico Rogério Micale ganhou dois reforços para escalar o Paraná Clube contra o Palmeiras, domingo (dia 29) às 11 horas, em São Paulo. O atacante Carlos volta a ficar à disposição após desfalcar o time na quarta-feira (dia 25). Ele não enfrentou o Atlético-MG devido a cláusula contratual – está emprestado pelo clube mineiro. O zagueiro Rayan está recuperado de lesão e é outro reforço para o treinador.

No entanto, Micale segue sem contar com oito jogadores. Sete estão em recuperação de lesões: os zagueiros Jesiel e Charles, os volantes Zezinho e Jhonny Lucas, o meia-atacante Guilherme Biteco, o lateral/ponta Diego Tavares e o lateral-esquerdo Igor. O oitavo ausente é o meia Maicosuel, que faz um trabalho específico na parte física para poder estrear.

A escalação contra o Palmeiras é mistério. Micale vem alterando a formação e o esquema tático conforme as características de cada adversário, além de considerar as condições físicas, técnicas e táticos dos seus jogadores. 

Contra o Atlético-MG, usou o esquema tático 4-1-4-1, com Nadson como “falso 9”, à frente da linha de quatro meias. Essa linha de quatro tinha Silvinho (esquerda) e Rodolfo (direita) como “extremos” (meias ofensivos pelas pontas). Pelo centro, Caio Henrique e Alex Santana eram os meias de transição. Leandro Vilela jogou como volante, atrás da linha de quatro.

Em outros jogos, Micale adotou o 4-2-3-1, com um centroavante fixo. Se optar por essa formação, a tendência é que use Carlos ou Thiago Santos como único atacante de área. 

Com isso, a provável escalação para domingo é Thiago Rodrigues; Júnior, Cléber Reis, Renê Santos (Rayan) e Mansur; Leandro Vilela; Alex Santana, Caio Henrique  (Torito González), Rodolfo e Silvinho; Carlos (Nadson ou Thiago Santos).