Brasileirão

No Trio de Ferro, Paraná Clube é quem menos utiliza jogadores da base

"Leandro Vilela: um dos cinco pratas-da-casa usados pelo Paran\u00e1 Clube no Brasileir\u00e3o 2018"
"Leandro Vilela: um dos cinco pratas-da-casa usados pelo Paran\u00e1 Clube no Brasileir\u00e3o 2018" (Foto: Geraldo Bubniak)

O Paraná Clube é o clube de Curitiba que menos utiliza jogadores das categorias de base no Campeonato Brasileiro. Em comparação com os outros integrantes do Trio de Ferro — Atlético Paranaense e o Coritiba — o Tricolor vem cedendo pouco espaço paras as revelações dos juniores.

No Brasileirão 2018, o Paraná colocou em campo 36 diferentes jogadores. E apenas cinco deles (14%) foram formados nas categorias de base: os goleiros Thiago Rodrigues e Luís Carlos, os volantes Leandro Vilela e Jhonny Lucas e o ponta Vitor Feijão. 

Vitor Feijão atuou em três rodadas – todas como substituto – e acabou emprestado ao Criciúma, ainda em maio. 

O Atlético utilizou 30 jogadores no Brasileirão 2018 e 12 deles são pratas-da-casa (40%). O Coritiba também atingiu esse mesmo índice na Série B de 2018, com 12 revelações da base entre os 30 escalados na competição.

Até o final do Brasileirão, o Paraná tem chances remotas de alcançar a dupla Atletiba nesse quesito. Apenas dois pratas-da-casa fazem parte do elenco profissional e ainda não estrearam na competição: o volante Jhony Douglas e o meia Gabriel Pires.