Publicidade
Luto

Nos Estados Unidos, coronavírus mata ícones do rock, do country e jornalista da CBS

(Foto: Divulgação)

O domingo (29 de março) está sendo de luto no meio artístico e jornalístico dos Estados Unidos. É que três importantes nomes faleceram hoje, todos vítimas do novo coronavírus.

Uma das vítimas foi o músico Alan Merril, autor do clássico ‘I love rock 'n' roll’ e que estava com 69 anos. Sua filha, Laura, anunciou sua morte por meio do perfil no Facebook.

Merrill estava internado no hospital Mount Sinai, em Nova York (Estados Unidos). Laura afirmou que teve dois minutos para se despedir do pai antes de ser retirada da sala do hospital. “A gente provavelmente não vai conseguir fazer um funeral para velar seu corpo. Eu acabo de perder o grande amor da minha vida e não vou poder abraçar ninguém porque eu fui exposta e preciso de me isolar por duas semanas... sozinha”, escreveu Laura. "Por favor fiquem seguros... Ninguém é imune e isso é muito real”.

A outra vítima no meio artístico foi o cantor country Joe Diffie, 61 anos. Ele havia sido diagnosticado com coronavírus na sexta-feira (27) e não resistiu às complicações causadas pela doença.

Diffie teve uma carreira de sucesso nos anos 1990, quando ganhou um Grammy com a faixa 'Same Old Train', com Marty Stuart. Foram mais de 13 discos ao longo da carreira, com 20 músicas emplacando no top 10 das paradas country dos EUA.

Joe Diffie  — Foto: Divulgação

Por fim, a jornalista Maria Mercader, da CBS News, também sucumbiu paa a doença, em Nova Iorque. Ela estava de licença médica desd a última semana de fevereiro. Ao longo da vida, lutou contra o câncer e doenças relacionadas, numa batalha que durou mais de 20 anos. Os vários tratamentos e cirurgias, no entanto, também a deixaram entre os mais vulneráveis à Covid-19.

Jornalista de TV morre de coronavírus aos 54 anos em Nova York ...

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES