Publicidade
Mobilidade

Nova ponte de concreto no Santa Cândida facilita acesso de moradores

(Foto: Luis Costa/SMCS)

O comerciante Juarez Moreira dos Santos trabalha na Rua Aleixo Schluga, no Santa Cândida, bem perto do Córrego Jardim Cruzeiro do Sul, onde Departamento de Pontes e Drenagem da Secretaria de Obras Públicas substituiu a antiga ponte de madeira por uma de concreto. "Ficou acima do esperado. A ponte de madeira era bem simples e esta é uma ligação importante. Aqui passam muitos caminhões", disse ele.

"Antes da construção da ponte nova, era comum os motoristas de caminhão virem perguntar aqui na loja se dava para passar, se a ponte de madeira aguentava", lembrou Santos, que é dono da JW Matérial Elétrico, Hidráulico e Ferragem há oito anos e há 22 anos mora na região.

A ponte faz a ligação entre as ruas Aleixo Schluga e Izidoro Mário Paul, no cruzamento com as ruas Buda e Patativa. A construção da ponte teve a parceria da Prefeitura de Curitiba e do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), ligado ao Governo do Estado, que forneceu as vigas pré-moldadas necessárias para o serviço.

Para o policial militar Valmir dos Santos, casado com Geane Nunes, a nova ponte ficou melhor porque está mais larga. "Antes, passava um carro de cada vez. Agora, a ponte tem sentido duplo", observou Geane. "E ainda tem uma passarela para pedestre, que também não tinha antes", completou o marido. Eles moram há três anos na região. A nova ponte tem dez metros de largura e sete metros de extensão. Há uma passagem de pedestres em cada um dos lados.

A aposentada Letícia de Azevedo Figueira elogou a nova ponte, que fica perto da casa onde mora há dois anos. "Principalmente por causa da segurança. Agora tem uma calçada para nós, pedestres", comentou.

O aposentado Valmor Mattoso, morador do Cajuru, costuma ir a uma serralheria da região e percebeu o quanto ficou melhor com a nova ponte de concreto. "A ponte de madeira estava meio caída. Ficou muito bom", elogiou.

Entre Curitiba e Colombo

No Santa Cândida, seguem as obras de outra ponte que está sendo construída em parceria pela Prefeitura de Curitiba, DER e Prefeitura de Colombo, na Rua Sebastião Gonçalves Pinto sobre o Rio Atuba, na divisa entre Curitiba e Colombo.

Nesta sexta-feira (20/7), a parte de cima da ponte, chamada de tabuleiro, recebeu o concreto, fornecido pela Prefeitura de Colombo. A ponte terá 8,5 metros de largura e 16 metros de extensão, com uma passagem para pedestres em um dos lados.

A partir da semana que vem, começa a instalação dos guarda-corpos. Se o tempo continuar firme, a expectativa da Secretaria de Obras é concluir todo o serviço em até 60 dias.

Para melhorar o acesso à ponte que faz a ligação entre as duas cidades, a Prefeitura de Colombo pretende revitalizar a Rua Theodoro Prazmoski, que termina na ponte.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES