Novembro Azul: Projeto Driblando o câncer traz especialista em live

Com grande expertise, o médico urologista Guilherme Andrade Peixoto irá explicar tudo sobre câncer de próstata e doenças do aparelho urinário masculino bem como disfunções sexuais na live do dia 30. Pesquisador e gestor em saúde, o convidado possui mestrado pela Faculdade de Medicina do ABC e MBA em gestão de saúde pelo Hospital Albert Einstein. Membro titular da Sociedade Brasileira de Urologia, o médico destaca-se ainda na realização de cirurgias minimamente invasivas e robótica. Para participar, basta acessar a live e tirar todas as dúvidas. Lembrando que o melhor na prevenção é a informação. O que é o Novembro Azul? O Novembro Azul, maior movimento em prol da saúde do homem brasileiro, comemora dez anos em 2021. Criou um alerta aos homens para que se previnam do câncer de próstata e foi uma iniciativa do Instituto Lado a Lado pela Vida (LAL). Este ano, além de destacar a importância do diagnóstico precoce, a ideia da campanha foca no cuidado integral da saúde, a incorporação de hábitos saudáveis, a proteção do coração e do bem-estar mental. Câncer de próstata O câncer de próstata é o segundo tipo mais comum de câncer entre a população masculina, representando 29% dos diagnósticos da doença, atrás apenas do câncer de pele não melanoma. Dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA) apontam para 65.840 novos casos de câncer de próstata a cada ano. A taxa de incidência é maior nos países desenvolvidos em comparação aos países em desenvolvimento. O que é a próstata? A próstata é uma glândula que só o homem possui e que se localiza na parte baixa do abdômen. Ela é um órgão pequeno, tem a forma de maçã e se situa logo abaixo da bexiga e à frente do reto (parte final do intestino grosso). A próstata envolve a porção inicial da uretra, tubo pelo qual a urina armazenada na bexiga é eliminada. Ela produz parte do sêmen, líquido espesso que contém os espermatozoides, liberado durante o ato sexual. Existe ainda uma certa resistência e preconceito dos homens de fazer o diagnóstico precoce consultando um urologista, pois muitos resistem ao exame do "toque retal" e outros acreditam que o tratamento pode deixá-los impotentes. Alguns desses tumores podem crescer de forma rápida, espalhando-se para outros órgãos e podendo levar à morte. A maioria, porém, cresce de forma tão lenta (leva cerca de 15 anos para atingir 1 cm³) que não chega a dar sinais durante a vida e nem a ameaçar a saúde do homem. Câncer da terceira idade Mais do que qualquer outro tipo, é considerado um câncer da terceira idade, já que cerca de 75% dos casos no mundo ocorrem a partir dos 65 anos. O aumento observado nas taxas de incidência no Brasil pode ser parcialmente justificado pela evolução dos métodos diagnósticos (exames), pela melhoria na qualidade dos sistemas de informação do país e pelo aumento na expectativa de vida. Maior incidência em homens negros Os homens negros têm o dobro de chances de desenvolver a doença e, segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios do IBGE (2019), 56,10% das pessoas no país se declaram negras —19,2 milhões se colocam como pretos e 89,7 milhões se dizem pardos e, para o IBGE, negros são a soma de pretos e pardos. Se os homens são 49,2% da população brasileira, sendo que nesses casos os exames preventivos devem começar aos 45 anos de idade. Prevenção A melhor forma de prevenção é o exame de toque retal feito por médicos em consultórios. Homens negros ou os que possuem histórico de câncer na família devem fazer a prevenção a partir dos 45 anos. Os demais a partir dos 50 anos. Serviço Live Novembro Azul Data 30 de novembro (terça-feira) às 19h00 Instagram: @gilsantoscraques



Website: https://www.instagram.com/gilsantoscraques/