Fauna

Novo dispositivo reduz acidentes com animais silvestres na PR-280

O Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER-PR) instalou na rodovia PR-280, nos quilômetros 153 e 154, em Clevelândia, um dispositivo para reduzir a velocidade dos automóveis. O objetivo é diminuir os atropelamentos de animais silvestres da região, pertencente à Estação Ecológica da Mata Preta. O dispositivo é formado por uma sequência de faixas transversais em revelo, pintadas no pavimento da rodovia.

A partir do momento em que o motorista passa sobre as faixas, ele é informado por sonorização sobre os riscos de atropelamento da fauna silvestre no local, informa o chefe do escritório de Vale do Chopim do DER-PR, Marcus Vinícius Talamini. Isso faz com que os usuários dirijam com mais atenção.

Além da pintura das faixas, o DER-PR instalou placas indicativas e educativas que informam a existência de fauna silvestre e placas que indicam a velocidade máxima de 60 km/h.

O dispositivo atende a proposta feita pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) - Estação de Ecológica da Mata Preta, em Clevelândia. A Estação nos sugeriu medidas que aumentassem a segurança desses animais. A partir de reuniões e estudos, implantamos esse dispositivo, explica Talamini.

REDUÇÃO - Após a instalação do dispositivo, em agosto de 2014, a Mata Preta monitorou o atropelamento da fauna nos dias 11, 12, 21, 26 e 28 de agosto e 5, 8 e 21 de setembro. Segundo a Estação, foi observada uma grande redução de velocidade de veículos menores (carros e bicicletas), com o registro de apenas um atropelamento de animal silvestre no período analisado.

O DER-PR estuda também implantar passagens subterrâneas ou elevadas para os animais silvestres, além de redutores e controladores de velocidade eletrônicos. São medidas que ajudarão ainda mais a proteger a fauna da Estação de Ecológica da Mata Preta, finaliza Talamini.

OPERAÇÃO RADAR – Em novembro, equipes do DER-PR, em conjunto com a Polícia Rodoviária Estadual, farão uma operação radar no local onde o dispositivo foi instalado. A medida visa orientar os usuários da rodovia sobre a velocidade de 60 km/h e presença de animais silvestres no local.

PARANÁ – Além da PR-280, equipes técnicas da assessoria ambiental e de segurança de tráfego do DER-PR estudam ações similares para reduzir os atropelamentos de animais em outras rodovias estaduais. Os estudos vão nos dar subsídios para planejar ações voltadas à redução desses atropelamentos, uma forma de proteger a nossa fauna, explica a assessora de Engenharia Ambiental do DER-PR, Fernanda Holzmann.