Publicidade
'Aedes aegypti'

Número de casos de dengue cai para menos da metade em relação a 2018

Coleta de amostras ajuda no controle do mosquito Aedes aegypti
Coleta de amostras ajuda no controle do mosquito Aedes aegypti (Foto: Daniel Castellano / SMCS)

Novo boletim epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde, divulgado nesta terça-feira (15), mostra que em uma semana o número de casos no Paraná subiu cerca de 10%. Eram 129 no boletim anterior e 142 agora. No total, são 44 municípios paranaenses têm casos confirmados da doença. Esse se dá porque vários municípios fizeram recesso no final do ano e acumularam as notificações nesta semana. “Isso já era esperado”, explica a médica veterinária Ivana Belmonte, da Vigilância Ambiental da Secretaria. “Não significa que todas essas notificações se referem a casos da última semana”.
Apesar desta alta entre os boletins, comparado a igual período do ano passado a quantidade de casos é menos que a metade de 2018. No boletim divulgado no dia 17 de janeiro do ano passado eram confirmados 385 casos de dengue no Estado.
A Secretaria da Saúde, contudo, reforça o importante papel que a população tem para minimizar a incidência da dengue no Paraná. “A proliferação do mosquito transmissor aumenta muito no verão e é absolutamente necessário que as pessoas eliminem todo tipo de água parada como vasos de plantas, garrafas, lixo, bebedouros de animais, entre outros onde as larvas do mosquito se criam”, afirma Ivana.
Mais cinco municípios do Paraná – Ponta Grossa, São Miguel do Iguaçu, Porto Rico, Sertaneja e Iguatu — registraram, nesta semana, casos autóctones de dengue, ou seja, as pessoas foram infectadas na própria cidade, o que confirma a circulação do vírus.

DESTAQUES DOS EDITORES