dicadestyling

O caso de amor (e ódio) entre a barra da calça e a boca da bota

Bota pesada, calça curta e coração leve neste inverno
Bota pesada, calça curta e coração leve neste inverno (Foto: Fotos: Reprodução/Pinterest)

Toda forma de amor vale a pena. Até mesmo entre a barra da calça e a boca da bota. Não se contente com fórmulas prontas e se deixe levar pelas paixões temporárias. Lembre-se, são apenas roupas e acessórios. O que vale é deixar as pernas - e o coração - quentes no inverno. O jeito de usar vai depender do efeito que você quer passar com a combinação. O mais fácil é quando a bota justinha fica por dentro da calça e a solta por cima da roupa. Mas nem sempre é isso que se quer.

Faz um tempo já que a graça é deixar a perna aparecendo ali na junção entre as duas peças, o que corta a silhueta. E de umas temporadas para cá está valendo deixar a calça sobrando ali no ponto de encontro, como se você não quisesse correr o risco de deixar o frio entrar e mandasse a calça para dentro da bota, aumentando o volume da região. Em ambos os casos, saiba, o que está em jogo são suas proporções. Se a ideia é conseguir visualmente pernas longas e afinadas, opte por tons parecidos entre as peças ou não exagere muito no volume, deixando tudo mais ou menos parecido de tamanho.

Entre os modelos de botas para a vida e para a temporada estão os coturnos pesadões, que vão bem com calça mais larga e mais curta, com vestido fino e sobre jeans. As mais delicadas, com salto fino e curtinhas, fazem bem a cena com as calças mais curtas e deixam tudo mais leve. Deixe para usar as de cano longo com saias midi, fica bem mais legal do que repetir o look montaria. Ou use-as com pantalonas. Ou qualquer outra de salto grosso, para evitar pisar na barra da calça.

Aqui o lance é brincar com estampas e volumes. Experimente a fórmula

Bota de salto e calça mais justinha afinam a silhueta mesmo com uma nesga de pele aparecendo na canela

Saia e bota longas são fórmula certa para dias frios. Caso queira alongar, opte por tudo da mesma cor

Olha a calça sobrando por dentro da bota. É legal! Mas não é demais. Experimente