Homenagem

O centenário de Roberto Barrozo Filho, fundador do 'Bem Paraná'

1997 - Roberto Barrozo Filho
1997 - Roberto Barrozo Filho (Foto: Arquivo Bem Paraná)

Neste sábado (28), comemora-se o centenário do fundador do Jornal do Estado/Bem Paraná, o jornalista Roberto Barrozo Filho. Nascido em 28 de maio de 1922, na cidade de Paranaguá, filho de Roberto Barrozo e Nelly Regnier Barrozo, ele se dedicou ao Direito e ao Jornalismo.

Formado pela Faculdade Nacional de Direito do Rio de Janeiro, Barrozo Filho começou a se dedicar à imprensa ainda jovem nos veículos estudantis ‘A Palavra’ e ‘O Livro’. Como estudava no Rio de Janeiro, que era o Distrito Federal na época, ele se tornou correspondente do ‘Diário da Tarde’ de Curitiba, enviando notícias dos Palácios do Catete e Tiradentes e dos Ministérios para a capital paranaense. Assim que completou o curso de Direito, retornou a Curitiba, onde passou a atuar como advogado. Ele também foi vereador de Curitiba e chegou a presidir a Câmara Municipal em 1954 e 1955.

Em 1966, Barrozo Filho fundou o ‘Jornal de Curitiba’, que circulou até 1972. Depois, em 17 de junho de 1983, Roberto Barrozo Filho, lançou o ‘Jornal do Estado’, que nasceu com o lema: “A verdade, doa a quem doer” e ao longo dos anos se firmou com um dos principais veículos de comunicação do Estado, informando os principais fatos da capital e do Estado. Mais tarde, o veículo mudou de nome e se tornou ‘Bem Paraná’, que neste ano completará 39 anos de resistência. Ele também publicou o livro ‘Jornalismo Sem Censura’, com artigos seus publicados, sempre bem críticos , no ‘Jornal do Estado’ de 1983 a 1997.

Barrozo Filho morreu em 13 de de junho de 1999.

1984 – Roberto Barrozo Filho cidadão honorário

1985 – José Richa, então governador, e Barrozo

1985 – Elegante

1987 – Henriqueta Brieba e Roberto Barrozo Filho

1989 – Barrozo Filho e o prefeito Jaime Lerner

1992 – Discurso

1992 – Barrozo Filho e o deputado Mauricio Fruet

1992 – Barrozo Filho e Requião, então governador

1994 – Barrozo Filho e o senador Alvaro Dias

1997 – Roberto Barrozo Filho, Abdo Kudri, Paulo Pimentel e Francisco Cunha Pereira Filho

1998 – Barrozo Filho, o governador Jaime Lerner, Marina Taniguchi e o prefeito Cássio Taniguchi

1998 – Roberto Barrozo Filho, o ex-governador Paulo Pimentel e Rodrigo Barrozo