Análise

O esquema tático adotado por Maurílio na estreia do Paraná Clube

O 4-1-4-1 usado com a posse de bola e o 5-4-1 adotado na hora de defender
O 4-1-4-1 usado com a posse de bola e o 5-4-1 adotado na hora de defender (Foto: Reprodução/This11)

O técnico Maurílio apresentou algumas novidades táticas na estreia do Paraná Clube na temporada 2021, na derrota por 1 a 0 para o Cianorte, na última quarta-feira (dia 10). O novo time, que entrou em campo com 10 estreantes e apenas um remanescente da temporada 2020, usou o esquema tático 4-1-4-1 como base.

Nesse desenho, o zagueiro Anderson Salles jogou como volante. Esse posicionamento não pode ser considerado uma improvisação, já que o jogador passou parte da carreira atuando no meio-campo. O jogador, de 33 anos, se destaca pelos chutes de longa distância e qualidade nas bolas paradas. Ele é o maior zagueiro-artilheiro do Paulistão desde 2010, com 17 gols em 71 jogos na competição. Clique aqui para saber mais.

Contra o Cianorte, o Paraná mudava o desenho tático na fase defensiva e formava uma linha de cinco na defesa, com Anderson Salles virando zagueiro. “Treinamos bastante isso. Usando o Anderson Salles como primeiro volante fixo quando a gente estava no campo de ataque. E fazendo a linha de cinco quando atacado”, explicou o técnico Maurílio, em entrevista coletiva após o jogo.

O Paraná apostou em bolas longas para o centroavante Da Silva, de 1,87 m de altura, e tentou usar a velocidade dos pontas Hugo Sanches e Juninho. No entanto, o jogo de velocidade não funcionou no gramado do estádio Albino Turbay.

Além de jogar na ponta, Juninho também atuou como meia ofensivo centralizado ao longo da carreira.

Os dois laterais tiveram bastante liberdade para apoio ofensivo e os dois médios (Ramires e Mazinho) se destacaram pela força ofensiva, levando a melhor na chamada disputa pela 'segunda bola'.

A partida em Cianorte foi a primeira de Maurílio no comando do Paraná. Ainda é cedo para saber qual o time-base para o Campeonato Paranaense. O treinador, que já recebeu 19 contratações desde o início da temporada, afirmou que ainda espera mais três reforços.

O ELENCO PARA 2021
Goleiro: Renan, Bruno Grassi, Lucas Wingert e Filipe (base)
Lateral-direito: Jailson e Paranhos (base)
Lateral-esquerdo: Christianno e Bryan (base)
Zagueiro: Anderson Salles, Hurtado, Micael, Jeferson, Guilherme Lacerda (base) e Léo Pettenon (base)
Volante: Kaio, Moisés, Ramires, Mazinho, Lucas Abreu, Vico, Lucão (base) e Kriguer (base)
Meia: Thiago Alves, Gabriel Pires, Guilherme Biteco, Juninho, Maxi Rodríguez, Castanha (base) e Lucas Sene (base)
Ponta: Hugo Sanches, Elielton e Gustavinho
Centroavante: Da Silva, Matheus Rodrigues e Ruan (base)
Técnico: Maurílio
Auxiliar: Ageu
Preparador-físico: Marcos Walczak