Publicidade
“Fronteira” da costa Norte

O grande Rio Paranapanema: dois estados e um sotaque

Porecatu está às margens do Rio Paranapanema, na divisa com São Paulo
Porecatu está às margens do Rio Paranapanema, na divisa com São Paulo (Foto: Prefeitura de Porecatu)

A divisa do Paraná com São Paulo, pela chamada Costa Norte, onde o imponente Rio Paranapanema serve de fronteira, tem uma dezena de municípios do lado paranaense, mas que sofreram e sofrem grande influência paulista, especialmente na cultura. O sotaque da região é bem diferente dos habitantes de outras regiões — que por sua vez sofreram influência de outros povos — e é praticamente o mesmo sotaque do interior paulista, como Assis, Presidente Prudente, Bauru, entre outros.
Outra semelhança é o potencial turístico que a proximidade com o Rio Paranapanema e a Represa Capivara, formada pela Hidrelétrica de Capivara, oferecem para estes municípios. Todas elas exploram, de alguma forma, as belezas da região. Com isso, é muito forte a presença de atividades como a pesca esportiva, as chácaras de lazer e descanso, esportes náuticos e passeios.

São pequenos municípios que aos poucos se estruturam para receber cada vez mais visitantes, mas que ambém contam com a proximidade de cidades polos, como Londrina e Maringá. Também estão no caminho da Rota do Café, uma das rotas turísticas desenvolvidas no Estado.

O rio
O Rio Paranapanema corta praticamente todo o Norte e Noroeste do Paraná, desde o Mato Grosso do Sul ao Norte Pioneiro. Neste trajeto, ele é dividido em quatro bacias dentro do Paraná. Na baica 1, passa por cinco municípios. Turistas fazem questão de fazer uma parada no Morro do Gavião, em Ribeirão Claro, para registrar a linda paisagem com o fundo do Rio Paranapanema.

Na bacia 2, o rio corta quatro municípios. Um importante empreendimento será construído na rota do rio, em Sertaneja: O Hotel do Hard Rock. Na bacia, passa por 19 municípios. Em Porecatu, podemos conhecer a maior Usina Hidrelétrica do Paranapanema: a Usina de Capivara. O local é ideal para prática de remo, iatismo e stand-up.
Na bacia 4, já mais próxima do Mato Grosso do Sul, também passa por 19 municípios e apresenta muitas opções de lazer. Destaque vai para o Rio do Corvo, em Diamante do Norte, local que atrai muitos turistas para a prática de jet ski, lancha e caiaque.

André Casagrande / Prefeitura de Primeiro de Maio

Primeiro de Maio
Primeiro de Maio é rodeada pelas águas da represa da hidrelétrica de Capivara. A cidade possui uma população residente de 11 mil habitantes, mas nos fins de semana este número praticamente dobra em virtude das mais de 1,3 mil chácaras de lazer, condomínios e pesqueiros que oferecem toda a estrutura para que os visitantes pratiquem os esportes náuticos e aquáticos na represa. Primeiro de Maio está a 460km de Curitiba e a 65km de Londrina. O caminho para a cidade é via rodovia PR-437.

Secretaria de Turismo de Alvorada do Sul

Alvorada do Sul
Distante 70 km de Londrina, Alvorada do Sul é uma cidade hospitaleira e acolhedora. Vizinho de Porecatu e Florestópolis, no Paraná, e Iepê, em São Paulo, o município tem aproximadamente 11 mil habitantes e chega a receber até 15 mil pessoas que buscam lazer e descanso em feriados prolongados. A cidade é a 7ª maior produtora de tilápia no estado e está entre as três maiores na modalidade de cultivo em tanque-rede. O grande atrativo de Alvorada do Sul são os 140 km de margens do lago da Represa de Capivara.

Prefeitura de Porecatu

Porecatu
Porecatu está às margens do Rio Paranapanema, na divisa com São Paulo. Nos anos 70, a área territorial da cidade foi parcialmente alagada com a criação do lago da Usina Hidrelétrica de Capivara. Desse modo, criou-se uma imensa área com lagos como a represa e rios como o Paranapanema, com potencial turístico de pesca muito oportuno e positivo para o município. A posição geográfica é fator ímpar. Com seu gigantesco potencial hídrico com paisagens exuberantes, está se estruturando para o desenvolvimento turístico.

Ednaldo Albano Terra / Prefeitura de Centenário do Sul

Centenário do Sul
Centenário do Sul está localizada a cerca de 100 quilômetros de Londrina, Maringá e Presidente Prudente (SP). O município é vizinho de Narandiba (SP), Guaraci, Jaguapitã, Miraselva, Porecatu, Florestópolis, Lupionópolis e Cafeara. Esse pequeno paraíso no interior do Paraná é conhecido como uma das cidades que possui um dos melhores carnavais de rua. Além da festividade, Centenário do Sul também se destaca com suas inúmeras belezas naturais que proporcionam momentos de lazer aos moradores e visitantes.

Pref.eitura de Sertaneja

Sertaneja
Sertaneja possui a maior área da Represa Capivara, 100 km de uma ponta a outra, formada por dois grandes rios: Tibagi e Paranapanema. Sertaneja também tem o encontro do Rio Tibagi com o Rio Congonhas. Um lugar perfeito para quem é apreciador de rios. A principal economia vem da agricultura e o município esta começando a se estruturar para o turismo náutico e rural, além dos esportes da natureza. O município também abriga a Ilha do Sol, um oásis verde no meio da represa.

Prefeitura de Ribeirão Claro

Ribeirão Claro
Nascida do pioneirismo de agricultores e colonizadores paulistas, mineiros e fluminenses, Ribeirão Claro tem o passado marcado pelo café. Mas o potencial turístico da cidade também recebe reconhecimento crescente. A localização privilegiada, às margens do Rio Paranapanema, as belas paisagens naturais e a proximidade da Represa de Chavantes atraem turistas de diferentes regiões, em todas as épocas do ano. Balneários, cachoeiras, morros e fazendas são opções diferenciadas.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES