Publicidade
Coluna do Fiani

Obra sinfônica na internet

(Foto: Divulgação)

O Theatro Municipal de São Paulo, resgata mais uma gravação de uma apresentação artística de seu acervo para disponibilizar na internet. Nesta sexta-feira, 31 de julho, o YouTube do Theatro Municipal exibe a obra sinfônica completa Peer Gynt, Op. 23, escrita pelo norueguês Edvard Grieg. A transmissão começa às 20h e o conteúdo ficará disponível por tempo indeterminado para o público ver e rever quando quiser, de graça e sem necessidade de cadastro. A música incidental Peer Gynt, Op. 23, de Edvard Grieg (1843-1907), foi composta em cima do conto homônimo do dramaturgo Henrik Ibsen (1828-1906), conterrâneo do musicista. Uma história folclórica sobre as peripécias de Peer Gynt, o personagem, que ao longo de cinco atos encontra seres fantásticos como trolls, duendes e gnomos em jornadas que vão das montanhas norueguesas ao Norte da África. Ibsen escreveu o conto em 1867, em Roma, na Itália e inicialmente como um poema dramático. Mais tarde, o dramaturgo adaptou o texto para os palcos e encomendou a música a Grieg, que foi apresentada na estreia da peça, em Cristiânia (atual Oslo), em 1876. A parceria do escritor com o musicista marca o período de florescimento cultural da Noruega no século 19 que transcendeu as fronteiras escandinavas. Logo na estreia da peça, a música de Grieg foi exaltada pela crítica, que apontava a sua contribuição expressiva no êxito do espetáculo. Depois, o compositor ainda organizaria sua obra em duas suítes, Op. 46 e Op. 55, que ficariam conhecidas em todo o mundo e mais célebres do que o próprio texto que as inspirou. + Theatro Municipal de São Paulo: www.theatromunicipal.org.br


Desafio on line

A pandemia do novo coronavírus e o distanciamento social têm exigido criatividade das empresas e a capacidade de adaptação por meio da tecnologia. Pensando nisso, o Centro Europeu, uma das principais escolas de profissões do Brasil, promove, em agosto, o primeiro Desafio Online dos Chefes, com a participação dos alunos dos cursos de gastronomia - Chef de Cuisine, Cuisine Santé, Chef Gourmet, Chef Pâtissier e Chef Boulanger. Para participar os alunos deverão enviar receitas originais de pratos relacionados aos cursos de gastronomia nos quais estão matriculados e que obedeçam os critérios estabelecidos pela organização. Os classificados serão escolhidos em uma primeira seletiva pelos chefes do time de gastronomia do Centro Europeu e os vencedores serão eleitos por meio de votação popular nas mídias sociais da escola. "A Gastronomia é uma atividade dinâmica que exige pesquisa, leitura, prática, troca de ideias e experiências, que possibilitam o aperfeiçoamento, além de desafios e "muita criatividade", explica Rogério Gobbi, diretor acadêmico e responsável pelos cursos de Gastronomia do Centro Europeu. "Foi pensando nisso que propusemos a eles o Desafio Online dos Chefes, que vem se somar a uma série de outras atividades que a área de gastronomia vem desenvolvendo com os alunos no decorrer do período de distanciamento provocado pela Covid-19". O desafio aceitará apenas receitas originais, que serão avaliadas pela comissão formada pelas coordenações e chefes do time de gastronomia. As três receitas vencedoras serão divulgadas, posteriormente, nos canais de comunicação do Centro Europeu e submetidas à votação popular. Segundo Rogério Gobbi, vencem as receitas mais criativas, originais, com melhor técnica e apresentação. "A atividade irá estimular o desenvolvimento de todos esses aspectos e também vai contribuir com os aspectos psicológicos de nossos alunos, gerando estímulos, reduzindo tensões e, mesmo a distância, gerando ainda mais engajamento entre colegas, professores e instituição", afirma Gobbi.

O primeiro e segundo colocados, receberão bolsas de estudos dos cursos de profissões e de idiomas da escola, dólmãs personalizadas, além de utensílios gastronômicos e exposição de imagem nos canais de comunicação do Centro Europeu. Todas as novidades da competição estarão disponíveis nas redes sociais e site do Centro Europeu (http://centroeuropeu.com.br/portal/).


Showbiz Kids

O documentário SHOWBIZ KIDS, que oferece uma visão realista de como o sucesso precoce pode afetar a vida de atores e atrizes mirins, estreia em 11 de agosto, às 20h20, exclusivamente na HBO e na HBO GO . Escrito e dirigido pelo ex-ator infantil Alex Winter (Bill & Ted - Uma Aventura Fantástica e The Panama Papers), SHOWBIZ KIDS mostra a perspetiva de muitos de seus colegas atores e explora as complexidades de crescer sob os holofotes de Hollywood. O compromisso de Winter de relatar com honestidade o funcionamento dessa indústria está ligado à sua própria infância no mundo do espetáculo, já que ele ingressou na Broadway aos 10 anos de idade. O documentário inclui entrevistas íntimas e reveladoras com os atores Henry Thomas, que protagonizou E.T. - O Extraterrestre aos 11 anos; Mara Wilson, com seu primeiro papel em Uma Babá Quase Perfeita, quando tinha 6; Todd Bridges, que aos 13 anos estreou na série de televisão Arnold; Milla Jovovich, que chegou ao cinema aos 13 anos em Expresso para Katmandu; Evan Rachel Wood, protagonista de Aos Treze quando tinha 14; o falecido Cameron Boyce, estrela do programa da Disney TV Jessie quando tinha 12 anos; Jada Pinkett Smitt, que protagonizou A Different World e é mãe de dois jovens atores; Wil Wheaton, protagonista de Conta Comigo quando tinha 14 anos; e a falecida Diana Serra Cary ("Baby Peggy"), que se tornou uma grande atriz de filmes mudos aos 2 anos, em 1920. Com cenas de bastidores e gravações inéditas de algumas audições, SHOWBIZ KIDS mostra a vida destes jovens profissionais no set de filmagem. Os atores descrevem os desafios de trilhar os caminhos do setor com tão pouca idade e os efeitos a longo prazo do olhar público para sua autoestima, além do sentimento de isolamento. Muitos também relatam relacionamentos complicados com os pais, as pressões para equilibrar cansativas jornadas de trabalho com a vida fora dos estúdios e a perturbadora lógica do abuso e da exploração nesse universo. SHOWBIZ KIDS é um lançamento da HBO Documentary Films com produção da Ringer Films e de Alex Winter e Glen Zipper. O Produtor executivo é Bill Simmons e os coprodutores são Sean Fennessey, Noah Malale e Devorah Devries. A trilha Sonora é de Jeff Tweedy, Spencer Tweedy e Sammy Tweedy. E as produtoras executivas para a HBO são Nancy Abraham e Lisa Heller.


Filmes de terror

Treze curtas-metragens de terror produzidos durante a quarentena serão lançados no próximo dia 06 de agosto nas plataformas digitais iTunes, Google Play, Youtube Filmes, Vivo Play, Now e Looke, com a distribuição da O2 Play. "Antologia da Pandemia" reúne trabalhos de diretores do Brasil, Argentina, Uruguai, Estados Unidos, Reino Unido e Chipre. A ideia partiu da Fantaspoa Produções, responsável pelo tradicional Fantaspoa - Festival Internacional de Cinema Fantástico de Porto Alegre, realizado anualmente desde 2005 e que, em 2020, por conta da pandemia, terá uma edição online (leia mais abaixo). A produção do longa é assinada por João Pedro Fleck, Fernando Sanches, João Pedro Teixeira e Nicolas Tonsho. O resultado coletivo registra um momento de transformação e incertezas em todo o mundo. Considerando a qualidade das obras selecionadas no concurso, o quanto capturam o contexto histórico em que estamos vivendo e sempre tendo em vista a promoção de novos e promissores talentos do audiovisual, "Antologia da Pandemia" vem recebendo críticas positivas da imprensa especializada.

O site Aipt Comics considera o filme "talvez a mais original antologia de horror já feita".
Na avaliação do Nightmarish Conjurings, "não importa quais sejam seus gostos, se você está disposto a encarar os horrores da pandemia, a 'Antologia da Pandemia' tem um segmento especialmente para você". Já a Signal Horizon Magazine alerta que "ao contrário da maioria das antologias, esta não apresenta nenhum momento de tédio".
Veja o trailer http://www.youtube.com/watch?v=4qs4Pjl9uxA&feature=youtu.be

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES