Publicidade
Truquedestyling

Olhe para o espelho e identifique sua beleza

Quanto mais sequinho, menos o terninho interfere nas curvas. O fato de ter a peça de cima e de baixo da mesma padronagem ajuda a alongar
Quanto mais sequinho, menos o terninho interfere nas curvas. O fato de ter a peça de cima e de baixo da mesma padronagem ajuda a alongar (Foto: Fotos: Reprodução/Pinterest)

Muita gente que trabalha com moda ou organização doméstica vem sugerindo que se aproveite o tempo de qarentena para fazer uma limpa de guarda-roupa. Daquelas caprichadas. Eu bem que tentei, mas não rolou. Protelei o quanto pude, até perceber que não estou pronta para isso, simplesmente por não saber como serei ao fim deste processo. Não tenho ideia se vou gostar das mesmas coisas, como será minha rotina nem que tipo de compromissos terei.

O agora me pede conforto e o futuro ainda não sei. No entanto, eu sei que a moda vai se ressignificar na minha vida e no mundo. Aí entra aquilo tudo de rever o consumo, considerar opções mais sustentáveis, responsáveis e solidárias, olhar com mais atenção aos criadores locais e nacionais. Mas há, sim, um exercicio que pode ser feito. Nesta sessão de modaterapia, você vai fazer um mergulho interno: olhar com cuidado para suas formas, ver como seu corpo se comporta com as roupas que usa, se ele fica confortavel ou marcado com as peças.

Não se apegue aos estereótipos, mas identifique sua natureza. Melhor, perceba a sua beleza. A partir disso, dá para entender porque algumas coisas caem melhor que outras. Ou até como adaptar as peças que você já tem de um jeito mais harmônico com seu corpo. As fotos de hoje são de um clássico de todos os tempos: o terninho xadrez. Em cada uma delas, uma adaptação para equilibrar curvas, proporções e volumes. Legal é perceber que o traje fica lindo em qualquer mulher e se adapta bem a qualquer estilo, com tênis, salto, camiseta e afins. E o mais incrivel é que o mesmo exercício pode ser feito com qualquer peça. Há muitas opções e todas elas podem ser as suas.

Calças mais longas, tipo pantalonas, são legais para quem tem quadril mais estreito e para as mais altas. Sem contar que mudam um pouco a cara do traje tradicional

Quando a barra da calça é mais curta ou a barra é dobrada, um pouquinho de pele fica exposta, o que ajuda a afinar a silhueta

Aqui a graça está na variação dos modelos, a calça tradicional dá lugar à clochard (que aumenta o volume nos quadris) e o blazer curto, que também chama a atenção para a região

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES