Assine e navegue sem anúncios [+]
Praia limpa

ONG vai distribuir no Litoral do Paraná brinquedos feitos de plástico retirado dos oceanos

(Foto: Cleiton Giro Urbano)

Resíduos retirados de praias e oceanos podem ser reaproveitados e transformados em novos objetos. É o que vem mostrando a Organização Não Governamental (ONG) Eco Local Brasil, que há 18 anos atua com educação ambiental e limpeza de praias no litoral das regiões Sul e Sudeste. Em 2020, o plástico recolhido das ações ambientais começou a ser beneficiado para ser transformado em brinquedos, que estão sendo distribuídos para crianças de seis estados brasileiros.

Chamado de Pé na Estrada – Praia Limpa, o projeto já doou mais de 1,5 mil brinquedos em Santa Catarina, Paraná e São Paulo desde o mês de abril para crianças atendidas por projetos sociais, grande parte coordenados por entidades ligadas ao surf. Agora, em uma etapa especial para celebrar o Dia das Crianças, o projeto volta ao litoral do Paraná entre os dias 25 e 27 de setembro.

Serão realizadas ações de retirada de resíduos de praias e distribuição de brinquedos em Paranaguá, Ilha do Mel, ilhas de Guaraqueçaba, Praia de Leste, Matinhos e Guaratuba. Está prevista a distribuição de 400 brinquedos nessas localidades.

Confira a agenda de ações no litoral do Paraná:

Dia 25 – Paranaguá: Entrega de brinquedos para o Instituto Palazzollo.

Dia 26 - Ilhas da Baía Paranaguá e Ilhas de Guaraqueçaba e Ilha do Mel: Ação ambiental e entrega de brinquedos nas comunidades das ilhas (serão 7 ilhas atendidas pelo projeto).

Dia 27 – Ilha do Mel, Praia de Leste, Matinhos e Guaratuba: ação ambiental de coleta de resíduos.

Ainda nesta etapa, além de SC, PR, SP e RJ, o projeto também organiza ações ambientais em Fernando de Noronha (PE) e Baía Formosa (RN), onde as ações ambientais já começaram a ser realizadas por parceiros locais. Ao todo, serão entregues mais de 3 mil brinquedos nos seis estados.

Como surgiu o Pé na Estrada

Acostumada a promover ações de educação ambiental em escolas e fazer o gerenciamento de resíduos de eventos esportivos realizados em praias do litoral, em 2020, a Eco Local Brasil teve que reformular suas ações por conta da pandemia do Covid-19. As ações ambientais passaram a ser individuais e sem aglomeração. Pensando nas crianças em casa, sem acesso às escolas, o coordenador da ONG, Filipe Oliveira, resolveu transformar o plástico beneficiado, resultado de resíduos retirados de praias, em brinquedos.

“Nós já transformamos resíduos retirados dos oceanos em vários objetos desde 2018, mas neste ano, pensando nas crianças em casa, sem poder ir à escola por causa da pandemia e, muitas vezes sem ter com que brincar, tivemos a ideia de injetar o plástico beneficiado para fazer brinquedos. Deu muito certo e tem sido muito gratificante unir essa ação social nas nossas ações ambientais”, explica Filipe.

Além de beneficiar os resíduos plásticos, a Eco Local Brasil também transforma os demais resíduos em objetos variados. “Nossas ações resultam em zero aterro sanitário. Tudo o que encontramos nas ações de limpeza é compactado e transformado em banco de praça, calçadas, mesas e outras coisas”, acrescenta o coordenador da Ong.

O Projeto é apresentado pela SurfLand Brasil e tem patrocínio da Promenac Locadora de Veículos, Canguru Embalagens, GH Transporte e Logística e Boomerang Soluções Ambientais. Para a etapa do Paraná, conta com o patrocínio da Faculdade Pequeno Príncipe e com o apoio operacional da Loba do Mar Eventos, Tec Ar Compressores, Canfield Surf Boards, Fortaleza Tours, Guia Ilha do Mel, Pousada Estrela do Mar e Fim de Trilha Pousada e Gastronomia. Mais informações podem ser acompanhadas pelo Instagram da Eco Local Brasil.


Sobre a Eco Local Brasil

A ONG Eco Local Brasil atua há 17 anos com ações ambientais de limpeza de praia e educação ambiental em escolas pelo Sul e Sudeste do país. Desde 2018, a entidade aplica um diferencial único em suas mobilizações, que é o de também se responsabilizar pelo descarte do que foi coletado, não utilizar aterros e ainda reaproveitar em 100% os resíduos retirados, usando-os como matéria prima para produtos sustentáveis e os brinquedos são um exemplo destas aplicações. Em quase dois anos, já foram retiradas dos oceanos e transformadas 51 toneladas de resíduos.

Assine e navegue sem anúncios [+]

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. OK