Para 2019

Orçamento do Paraná reserva R$ 1,9 bilhão a mais para saúde, educação e segurança

(Foto: Maurilio Cheli/SMCS (arquivo))

O Governo do Paraná elaborou o projeto da Lei Orçamentária Anual (LOA) para o exercício 2019 com acréscimo de R$ 1,9 bilhão para áreas prioritárias em relação a valor aplicado neste ano. A educação vai receber mais R$ 1,23 bilhão, valor 15,6% maior do que em 2018. Na saúde a variação será de 9,4%, com o incremento de R$ 319 milhões em relação ao montante atual, e na segurança pública a alta é de 8,7%, com ampliação de R$ 330 milhões nas verbas orçamentárias.

No total, o volume de investimentos públicos para 2019 deverá chegar próximo de R$ 7,5 bilhões, de acordo com a mensagem de lei que foi protocolada nesta sexta-feira (28) na Assembleia Legislativa. O projeto estima uma variação de 3,4% das receitas e despesas no orçamento fiscal, que abrange gastos com pessoal, custeio da máquina pública, transferências, obras, entre outras despesas.

O orçamento fiscal sai de R$ 47,1 bilhões para R$ 48,7 bilhões, em 2019. “É uma previsão conservadora e responsável, em razão das incertezas quanto ao desempenho da economia nacional no ano que vem, principalmente por causa da transição no comando do País”, afirma o secretário da Fazenda, José Luiz Bovo.

Do total de gastos programados para o ano que vem, R$ 28,6 bilhões são com pessoal e encargos sociais. Somente para o Poder Executivo, há uma projeção de variação de +4,2% nas despesas com a folha.

GERAL - O orçamento geral, que também soma a projeção de investimentos de empresas públicas (R$ 3,12 bilhões) e as despesas com o regime próprio da previdência (R$ 9,5 bilhões), salta de R$ 58,7 bilhões neste ano para R$ 61,4 bilhões no próximo exercício.

Os valores reservados para os poderes Legislativo e Judiciário, e para o Ministério Público e Defensoria Pública, somam R$ 5,3 bilhões.