Salário

Pagamento do 13º vai injetar quase R$ 4 bilhões em Curitiba

Em Curitiba, prefeitura vai antecipar pagamento
Em Curitiba, prefeitura vai antecipar pagamento (Foto: Gilson Abreu/AEN)

Até dezembro de 2021, estima-se que deverão ser injetados na economia dos principais municípios paranaenses aproximadamente R$ 8,363 bilhões, em decorrência do pagamento do 13º salário – corresponde a 81,46% do total a ser injetado no mercado formal (celetista e estatutário) da economia paranaense em 2020. Em Curitiba o valor é de R$ 3.957.910.935.

Este montante será pago aos trabalhadores do mercado formal. Estas são as estimativas do Escritório Regional do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) no Paraná. Na Capital são 954 mil trabalhadores que devem receber o benefício.

Analisando as cidades abrangidas no estudo, notamos a concentração dos valores a serem injetados na economia paranaense em poucos municípios, sendo que apenas três dos quarenta, Curitiba (38,6%), Londrina (5,0%) e Maringá (4,7%) respondem por quase metade do total. O maior valor médio para o 13° deve ser pago em Curitiba (R$ 4.139,88) e o menor, em Prudentópolis (R$ 2.112,69).

Paraná

A economia paranaense deverá receber, até o final de 2021, a título de 13° salário, cerca de R$ 14,2 bilhões, aproximadamente 6,1% do total do Brasil e 35,6% da região Sul. Esse montante representa em torno de 2,6% do PIB estadual.

Antecipa

A Prefeitura de Curitiba paga na próxima segunda-feira, dia 22 de novembro, a segunda parcela do 13º salário de 2021 aos servidores municipais da cidade, aposentados e pensionistas vinculados ao IPMC (Instituto de Previdência dos Servidores de Curitiba).