Publicidade
Alerta

Brasil tem 132 casos suspeitos de coronavírus, sendo 6 no Paraná e 3 em Curitiba

Casos suspeitos passam por exames laboratoriais para descarte ou confirmação
Casos suspeitos passam por exames laboratoriais para descarte ou confirmação (Foto: Jisué Damacena/IOC/Fiocruz)

Até a noite de quinta-feira (27), a Secretaria de Estado da Saúde do Paraná (Sesa) trabalhava com seis suspeitas de coronavírus no Estado, sendo três em Curitiba, uma em Campo Largo, uma em São José dos Pinhais e uma em Ponta Grossa.
De tarde o Ministério da Saúde divulgou em coletiva, que o Estado possuia cinco casos suspeitos. O caso de Campo Largo foi excluído da lista de suspeitos pela pasta. A Sesa discutirá com o MS os motivos que levaram a exclusão do caso, visto que apresenta sintomas que se encaixam na definição de suspeito.
Os casos suspeitos de Curitiba são dois homens de 30 e 25 anos, que passaram pela Itália e Indonésia, respectivamente, e uma mulher de 25 anos que esteve na Itália. Todos estão em isolamento domiciliar.
Em São José dos Pinhais, uma mulher de 27 anos está internada. Ponta Grossa, uma mulher de 29 anos está em isolamento domiciliar.
O caso de Campo Largo, excluso da lista de suspeitos do MS, trata-se de uma senhora de 66 anos que passou pela Itália. A paciente está internada e a Sesa monitora o caso caracterizado suspeito pelo Estado.
Por enquanto são casos suspeitos que esperam exames laboratoriais para confirmar ou descartar o coronavírus. Estes exames devem ficar prontos até a próxima semana.
A situação no País é mais preocupante. Ontem, o novo boletim do Ministério da Saúde divulgado no final da tarde, mostrava 132 casos em investigação. No dia anterior eram “apenas” 20. Mas, o número pode chegar a 300, segundo o secretário-executivo do Ministério da Saúde, João Gabbardo, já que nem todas as notificações que chegaram ao Ministério foram analisados até o horário de fechamento do boletim.
Os dados foram repassados pelas Secretarias Estaduais de Saúde até ontem e demonstram o aumento da sensibilidade da vigilância da rede pública de saúde devido à inclusão de 15 países, além da China, que apresentam transmissão ativa do coronavírus. No total, 16 estados informaram o Ministério da Saúde sobre os casos suspeitos.
Curitiba — Os casos de Curitiba são de um casal — um homem de 30 anos e uma mulher de 25 anos — que procuraram por atendimento médico em um serviço de saúde da rede privada. Ambos relataram ter febre, tosse, calafrios, problemas respiratórios, dor de garganta e coriza. No atendimento, informaram o histórico de viagem internacional.
No atendimento foi realizada avaliação clínica, com prescrição de medicamentos para tratamento dos sintomas, febre e dores. Também foi realizada a coleta de amostras para exames, que já foram encaminhadas para o Laboratório Central do Estado do Paraná (Lacen).
Após avaliação médica e identificação de estado de saúde estável, os pacientes foram orientados a permanecer em isolamento domiciliar voluntário. A SMS está monitorando diariamente a evolução do quadro de saúde. O terceiro caso foi divulgado a partir do boletim do Minhistério da Saúde.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES