Peça

Palavras na Brisa Noturna, um drama de mulheres

A Caixa Cultural Curitiba apresenta,  de hoje a domingo, a peça “Palavras na Brisa Noturna”. O espetáculo é baseado no best seller internacional “As Boas Mulheres da China”, de Xinran Xué, que retrata o drama das mulheres chinesas.

 A montagem é livremente inspirada em cinco relatos verídicos do livro, que são adaptados para os dramas das mulheres do mundo do século XX. Apresenta cinco monólogos feitos por diferentes atrizes, que abordam a violência, conflitos pessoais, sexualidade, opressão, dentre outros sentimentos e situações.
A jornalista Xinran Xué, nascida em 1958 em Beijing, apresentou um programa de rádio na China, um país onde poucas mulheres conseguem visibilidade e espaço na mídia, de 1989 a 1997. Xué abriu espaço e deu voz, ainda que com determinadas limitações, a uma China feminina e calada ao longo dos anos. O programa “Palavras na Brisa Noturna” apresentou diversos relatos sobre a vida íntima daquelas mulheres, violência familiar, opressão e homossexualismo, inspirando o livro “As Boas Mulheres da China”.

Esta é a primeira adaptação do livro para o teatro. O diretor Fábio Porchat selecionou cinco dos relatos apresentados no livro e escreveu os monólogos adaptando-os para as situações cotidianas vividas pelas mulheres do mundo todo, apesar de referências visuais remeterem a China, como roupas e cenário vermelhos. Com um nome ligado ao humor, Porchat declara que é o primeiro trabalho dramático. “Eu gosto de bons textos. Não me importa se é comédia ou drama e o livro me trouxe muitas imagens. Eu tirei essas histórias da China e ambientei-as no mundo, dei um caráter universal a essas histórias, que na minha visão precisam ser ouvidas por todo mundo”, esclarece o diretor.
A peça é estrelada por Patrícia Vazquez, Cris Rudolph, Pollyanna Rocha, Fernanda Maia e Regina Gutman, que se apresentam com apenas uma unha das mãos pintada como homenagem a Xinran Xue. A jornalista chinesa adotou o costume para atrair a atenção das pessoas e descobrir histórias emocionantes em um país de mulheres caladas.
O carioca Fábio Porchat, nascido em 1983, é formado em Artes Cênicas na Casa de Arte Laranjeiras – CAL e acumula funções de ator, redator, roteirista e diretor. Tem um quadro no programa “Zorra Total” da Rede Globo, faz parte do elenco do espetáculo Comédia em Pé, tem um programa no canal GNT chamado "De perto ninguém é normal", está em turnê pelo país fazendo o stand up "Fora do Normal”, é redator do programa “Os Caras de Pau”, com Marcius Melhem e Leandro Hassum, criador do quadro “Exagerados” no Fantástico, em que trabalha como ator e redator, dentre outras atividades.


Serviço
Teatro: “Palavras na Brisa Noturna”
Local: Teatro da CAIXA
Endereço: Rua Conselheiro Laurindo, 280, Centro – Curitiba
Data: de 05 a 07 de março
Horários: sexta e sábado 21h e domingo 19h
Ingressos: R$ 10 e R$ 5 (meia)
Bilheteria: (41) 2118-5111 (de terça a sexta, das 12 às 19h, sábado e domingo, das 16 às 19h)
Classificação etária: Não recomendado para menores de 14 anos
Lotação máxima do teatro: 125 lugares (02 para cadeirantes)
www.caixa.gov.br/caixacultural.