Setembro Amarelo

Palestra on-line indica caminhos para mulheres com sinais de depressão

(Foto: Reprodução)

Nesta terça-feira (21/9), a Assessoria de Direitos Humanos – Políticas para as Mulheres, lança uma palestra com a psicóloga Patrícia Müeller da Costa. Especialista em Saúde Mental, Sexualidade Humana e com aperfeiçoamento em Impactos da Violência na Saúde, Patrícia aborda o tema: Mulheres, Violência Intrafamiliar e Suicídio.

Neste Setembro Amarelo, a Assessoria de Direitos Humanos (ADH) - Políticas para Mulheres aborda a violência autoprovocada, em razão da violência doméstica e familiar.

Segundo a ADH, a pandemia causada pelo novo coronavírus, potencializou o tempo de convivência forçada nas famílias, muitas pessoas tiveram perdas financeiras importantes, maior convivência com os filhos e sobrecarga de atividades. Houve aumento do uso e abuso de álcool e outras substâncias psicoativas, muitas pessoas estão em luto e esses são fatores de risco para a violência, como também, para o suicídio.

“Mais do que nunca é importante abordar com responsabilidade o tema suicídio e a violência intrafamiliar para que as pessoas identifiquem as situações de risco e possam buscar estratégias pessoais e possibilidades de assistência para interromper o ciclo da violência intrafamiliar e da violência autoinflingida”, conclui Elenice.

Tema delicado com abordagem eficiente
Com 15 anos de experiência, atuando com questões ligadas a relacionamentos abusivos, sexualidade LGBTI+, luto e estresse, Patrícia vai abordar algumas estratégias de apoio a pessoas vítimas de violência.

Serão apresentados os recursos institucionais de saúde, segurança pública e assistência social, para que as mulheres que estão passando por dificuldades, se sintam acolhidas e possam favorecer a prevenção ao suicídio.

Como assistir
Para assistir ao conteúdo, basta clicar aqui.

Canais de ajuda
Prefeitura Municipal de Curitiba- Telepaz: 3350-8500
Fundação de Ação Social (CRAS, CREAS): 3350-3500
Centro de Valorização da Vida (realiza apoio emocional e prevenção do suicídio): 188
Central de Atendimento á Mulher: 180
Casa da Mulher Brasileira: 3221-2701/ 3221-2710 (Av. Paraná 870- Cabral)