Publicidade
CORONAVÍRUS

Pandemia ofusca largada para as eleições municipais

Pimente: filiação ao PSD em cerimõnia discreta
Pimente: filiação ao PSD em cerimõnia discreta (Foto: Divulgação)

Termina no próximo sábado (4) o prazo para filiação de quem pretende disputar as eleições de outubro. Primeira data importante do calendário eleitoral deste ano e espécie largada para a disputa, porém, está sendo ofuscada pela pandemia do coronavírus, que monopoliza as atenções da maioria da população. Ontem, por exemplo, o vice-prefeito de Curitiba, Eduardo Pimentel, oficializou sua filiação ao PSD, partido do governador Ratinho Júnior, em uma cerimônia discreta que marca o início das articulações para a disputa pela prefeitura da Capital.

A entrada dele no partido é apontada como estratégia para levar o PSD a apoiar a reeleição do atual prefeito Rafael Greca (DEM), em detrimento da pré-candidatura do secretário de Estado da Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost (PSD). Os aliados do secretário de Estado da Justiça, Família e Trabalho, deputado federal licenciado Ney Leprevost (PSD), garantem, porém, que a pré-candidatura dele continua de pé. E que a entrada de Pimentel não muda a disposição da legenda de ter candidato próprio à prefeitura da Capital.

Na cerimônia de filiação, o vice-prefeito agradeceu “a confiança do governador”. Ratinho Jr não participou do evento, mas vários secretários do governo, como o chefe da Casa Civil, Guto Silva; Marcio Nunes (Desenvolvimento Sustentável e do Turismo), João Carlos Ortega (Desenvolvimento Urbano) e Norberto Ortigara (Agricultura), o deputado federal Sandro Alex, o ex-deputado federal Eduardo Sciarra, estiveram presentes. Em nota, Pimentel afirmou que sua entrada no partido teria ainda o apoio o vice-governador Darci Piana e do deputado estadual e líder do governo na Assembleia Legislativa Hussein Bakri.

Ainda segundo o vice, sua filiação aproxima, ainda mais, o governo estadual e a prefeitura de Curitiba. “Nossa proposta é reforçar o diálogo e as parcerias, principalmente, neste período que uma grave pandemia atinge nossa população”, disse.

Neutralidade
O grupo de Leprevost reagiu divulgando documento assinado pela direção municipal do PSD no último dia 27 que autoriza a filiação de Pimentel à legenda “desde que a referida filiação não implique em qualquer deliberação futura impeditiva da candidatura própria” de Leprevost.

Ratinho Jr tem sinalizado que pode ficar neutro na eleição da Capital, já que três dos principais pré-candidatos à prefeitura de Curitiba – Greca, Leprevost e o deputado estadual Fernando Francischini (PSL) – integram a base de seu governo.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES