Publicidade
Adiado

Pandemia: UFPR suspende confirmação de vagas para calouros de 19 cursos

(Foto: Franklin de Freitas)

 A Universidade Federal do Paraná (UFPR) comuniciou na sexta (3) a suspensão da confirmação de vagas para calouros que tinham ingresso previsto no segundo semestre deste ano. Com o calendário acadêmico suspenso devido à pandemia de Covid-19, a confirmação de vagas para estudantes de 19 cursos que começariam as aulas no final de julho não será necessária neste momento.

Nova data para confirmação de vagas para calouros do segundo semestre deste ano será divulgada pela Pró-reitoria de Graduação e Educação Profissional (Prograd) quando o calendário acadêmico for retomado.

Para quem já é aluno

A Pró-reitoria de Graduação e Educação Profissional (PROGRAD) lançou um novo canal de informações para a comunidade acadêmica reforçando aspectos do período especial e respondendo dúvidas da comunidade acadêmica. As matrículas começam neste sábado, para os estudantes de graduação.  O período é regulamentado pela Resolução 59/20-CEPE, que prevê o desenvolvimento de atividades de ensino nos cursos de educação superior, profissional e tecnológica da UFPR, no contexto das medidas de enfrentamento da pandemia de covid-19.

“Esse formato de ensino será um desafio para todos nós, professores, técnicos e estudantes. Teremos que fazer grandes ajustes nos nossos projetos pedagógicos. Portanto, antevemos um período de intensa aprendizagem para toda a comunidade universitária, mas que em nada comprometerá os padrões de qualidade e inclusão que já alcançamos”, registra o texto de abertura assinado pela equipe da PROGRAD no novo canal.

Um dos espaços do site traz uma relação de dúvidas frequentes sobre o período especial. Lá, o acadêmico pode compreender melhor a divisão por ciclos, carga horária que poderá ser cursada, controle de frequências e avaliações. Outros canais de atendimento também estão abertos para a consulta da comunidade. Começam neste sábado, ao meio-dia, e seguem até 17h de quarta-feira as matrículas para o primeiro ciclo do período especial. O procedimento deverá ser feito via SIGA e no Portal do Aluno.  O tema foi amplamente debatido desde a suspensão do calendário acadêmico, em março, e a vigência do período não implica em riscos à saúde de nenhum membro da comunidade universitária. 

No período especial na modalidade de ensino remoto emergencial (ERE), os acadêmicos poderão cursar disciplinas previamente aprovadas pelo colegiado do curso, mas a matrícula nessas disciplinas não é obrigatória. Matrículas efetuadas em 2020/1, durante o período regular, estão preservadas, independentemente das ofertas dos departamentos ou das escolhas dos estudantes durante o período especial 

Este será o primeiro ciclo do período especial, com o início das atividades didáticas previsto para ocorrer entre os dias 13 a 24 de julho. Os estudantes que quiserem acessar o ERE poderão se matricular num número limitado de disciplinas obrigatórias, determinados pelas suas cargas horárias, e num número ilimitado de disciplinas optativas, mas é preciso também observar a carga horária máxima semestral para a matrícula determinada para cada curso. Este limite é de, no máximo, 180h para os cursos de 15 semanas, 216h para os cursos de 18 semanas, 240h para os cursos de 20 semanas e 360h para os cursos anuais e para Medicina do Campus Toledo.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES