Publicidade

Pandora comemora 30 anos com 13 clássicos do cinema e um filme inédito

Trinta anos esta noite. Não, não é o clássico que Louis Malle adaptou do romance de Drieu La Rochelle, com antológica interpretação de Maurice Ronet. A distribuidora Pandora, criada por André Sturm, está completando 30 anos. Surgiu em 1989, e seu dono reflete: "Nesses 30 anos, pude realizar meu sonho de quando comecei - trazer para o Brasil o que de melhor era produzido no cinema mundial e relançar cópias restauradas de alguns dos maiores clássicos".

Para comemorar seu aniversário, a Pandora está promovendo uma programação que fará a festa dos cinéfilos. À frente da distribuidora e do Cine Belas Artes, que agora é Petra, Sturm traz, a preços especiais - R$ 18 e R$ 9 - e em cópias zero bala de 35 mm, 13 clássicos que Pandora lançou no Brasil, mais um filme inédito (sobre Adoniran Barbosa). A programação começa nesta quinta-feira, 12, e vai até a próxima quarta-feira, 18. Nas sessões da noite, os filmes serão seguidos de debates.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES