Para imunizar adultos até julho, Biden diz trabalhar com Moderna e Pfizer

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, afirmou nesta sexta-feira, 26, que sua administração está trabalhando junto às farmacêuticas Pfizer e Moderna para conseguir suprir logisticamente o objetivo de vacinar contra a covid-19 todos os adultos do país até o fim de julho. Em referência à possível aprovação do imunizante da Johnson & Johnson para uso emergencial nos EUA, o presidente afirmou que o país tem "sua terceira vacina segura". Ainda assim, "não é tempo para relaxar, precisamos seguir com medidas de distanciamento social", afirmou. Ele também citou a necessidade do uso de máscaras, que "não são um tema político".

Em discurso em um centro da vacinação em Houston, no Texas, o presidente reforçou a liderança do país em termos absolutos de aplicação de vacinas, e citou por algumas vezes seu objetivo de imunizar 100 milhões de pessoas em seus 100 primeiros dias de mandato. Os feitos, segundo Biden, servem para mostrar a capacidade dos EUA, e para "unirem" o país.

Sobre a situação no Texas, duramente atingido por condições climáticas extremas nas últimas semanas, o presidente indicou que a administração federal providenciou geradores de energia e água potável para auxiliar regiões mais atingidas.