Publicidade

Para se manter na cola dos líderes, Coritiba tem de derrubar tabu de 17 anos

Os resultados da 12ª rodada não foram bons para o Coritiba. O Cruzeiro e o Botafogo somaram pontos fora de casa, com o primeiro vencendo o Criciúma por 2 a 1 e o segundo empatando com o Atlético-MG em 2 a 2. Com isso, para se manter na cola dos líderes, o Coxa também precisa pontuar longe do Couto Pereira.

Nesta quinta-feira (8), às 21h, o Coritiba enfrenta o Grêmio na Arena do Grêmio. Como mandante, a equipe gaúcha soma até aqui quatro vitórias e dois empates, um aproveitamento de 77,7%. Como visitante, o Coritiba tem quatro empates e uma derrota, aproveitamento de apenas 26,6%.

A última vez que o Coritiba venceu o Grêmio no Rio Grande do Sul foi em 1996, mais precisamente no dia 17 de novembro, quando o alviverde bateu os gaúchos por 2 a 0, gols de Pachequinho e Basílio (veja vídeo acima). Desde então foram 14 confrontos em Porto Alegre, com 10 vitórias do tricolor e quatro empates. 

Caso vença o Grêmio, o Coritiba fica a um ponto dos dois líderes, Cruzeiro e Botafogo. Caso perca, pode acabar caindo para a quarta colocação, sendo ultrapassado pelo Internacional, e ainda vê o próprio Grêmio encostar, ficando apenas um ponto atrás.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES