Pandemia

Paraná atinge 80,6% da população adulta vacinada contra a Covid duas semana antes do previsto

(Foto: Franklin de Freitas)

O Paraná atinge a meta de vacinar 80% da população adulta, até 18 anos, duas semanas antes do cronograma previsto. A marca foi ultrapassada nesta terça-feira, 17 de agosto, quando o índice chegou a 80,6%. "Hoje é um dia muito importante para nos paranaense porque atingimos, nesta data, 80,6% dos paranaenses vacinados com a primeira dose ou dose única", disse o governador Carlos Massa Ratinho Júnior nesta manhã, na sede do Centro de Medicamentos do Paraná (Cemepar), durante o processo de distribuição da 311.780 doses enviadas ao Estado pelo Ministério da Saúde. "E isso, duas semanas antes do previsto", ressaltou Ratinho. 

Segundo os dados do Vacinômetro Nacional, o Paraná já aplicou 9.277.504 vacinas contra a Covid-19, sendo 6.570.213 primeiras doses e 2.707.291 segundas doses ou doses únicas. O governador afirmou que agora, o estado passa para uma segunda etapa no cronograma de imunização que é o de fechar em setembro com 100% da população adulta já vacinada com a primeira dose.

Questionado sobre a vacinação da população acima de 12 anos, Ratinho Junior afirmou que tão logo se complete a vacinação do grupo de adultos, previsto para setembro, a Secretaria de Saúde deve divulgar um cronograma para a imunização da população entre 12 e 18 anos. "Ressaltando que para esse público o único imunizante permitido é o da Pfizer. 

Ratinho Junior lembrou que, com a antecipação, o Estado ganha fôlego para alcançar o segundo objetivo, que é vacinar 100% da população adulta com D1 ou DU até o fim de setembro. “É um novo cronograma, que vai reforçar o planejamento e o excelente ritmo que a vacinação alcançou no Paraná”, comentou.

O governador ressaltou que o aumento no número de imunizados permite à Secretaria de Estado da Saúde concentrar forças também na vacinação de crianças e adolescentes entre 12 e 17 anos – atualmente apenas o medicamento produzido pela Pfizer está autorizado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para aplicação nesta faixa etária da população. “A ideia é começar em outubro, tão logo toda a população adulta tenha recebido ao menos a primeira ou a dose única”, disse.

Outro ponto, afirmou ele, é que o Estado consegue avançar também no planejamento para o retorno de eventos com público, como shows musicais e partidas de futebol. “Já está em estudo por parte da Secretaria da Saúde a melhor maneira de se organizar esses eventos. Mas, claro, sem afobação. Com público reduzido e todos vacinados com, ao menos, a primeira dose”, afirmou o governador.

SEGUNDA DOSE

Ratinho Junior destacou, também, que o Paraná não precisou desviar nenhuma dose destinada para segunda aplicação durante esses mais de oito meses de campanha vacinal contra a Covid-19, seguindo à risca o planejamento traçado pelo Ministério da Saúde. “Não entramos em nenhum tipo de competição, de olimpíada da vacina, para ver quem imuniza antes. Respeitamos os prazos e as doses para fazer com que o processo seja único para todas as cidades”, disse.

Secretário de Estado da Saúde, Beto Preto afirmou que até o momento 2.790.314 paranaenses completaram o esquema vacinal (D1 + D2 ou DU). O montante equivale a 32% da população adulta vacinável do Estado. “É importante reforçar a importância de se completar o ciclo. São as duas doses que garantem a imunização completa, o que realmente vai proteger as pessoas”, disse ele. “E também em relação à segunda dosagem estamos cumprindo o planejamento, com doses reservadas e garantidas, dentro do prazo”.

MUNICÍPIOS

Os municípios que mais aplicaram vacinas na população, em quantidade absoluta de doses foram Curitiba (1.675.100); Londrina (462.864); Maringá (423.735); São José dos Pinhais (271.314); Cascavel (265.805); Ponta Grossa (245.650); Foz do Iguaçu (229.232); Colombo (176.478); Paranaguá (172.159) e Guarapuava (162.943).

Ainda segundo o Vacinômetro do SUS, o Ministério da Saúde destinou ao Paraná 11.671.470 doses de imunizantes, sendo que 10.813.180 já foram entregues e 858.290 estão em processo de distribuição. Logo que chegam ao Estado, as vacinas são recebidas e divididas no Centro de Medicamentos do Paraná (Cemepar), para serem encaminhadas rapidamente aos municípios das 22 Regionais de Saúde.

PRESENÇAS

Participaram do ato o diretor-geral da Secretaria de Estado da Saúde, Nestor Werner Júnior; o diretor de Gestão em Saúde da Secretaria de Saúde do Paraná, Vinicius Filipak; a diretora de Atenção e Vigilância em Saúde, Maria Goretti David Lopes; a coordenadora de Vigilância Epidemiológica da Sesa, Acácia Nasr; e o prefeito de Goioerê, Betinho Lima.