Publicidade
Mercado da bola

Paraná Clube busca reforços para o meio-campo e para o ataque

Matheus Costa
Matheus Costa (Foto: Valquir Aureliano)

O Paraná Clube vai utilizar a pausa de um mês para a Copa América para reformular o elenco. O técnico Matheus Costa explicou, na última terça-feira, após a vitória sobre o Operário, que alguns jogadores podem sair. E que contratações serão feitas. “Estamos discutindo algumas situações. Vamos ter uma conversa com a direção de algumas saídas e chegadas que podem acontecer. Em termos de funções, estamos buscando peças ofensivas e de meio-campo”, declarou.

A tendência é que a diretoria procure um centroavante. O reserva imediato de Jenison era Marlyson, 21 anos, que sofreu uma lesão e só volta a jogar em 2020.

No elenco principal, Ramon pode substituir Jenison como centroavante – inclusive jogou nessa posição contra o Coritiba. Nas primeiras rodadas da Série B, Ramon atuou no lado esquerdo do setor ofensivo.

Matheus Costa vem usando o esquema tático 4-2-3-1. Na linha de três do setor ofensivo, vem usando João Pedro na direita, Matheus Anjos centralizado e Bruno Rodrigues na esquerda.

Para a função pelo centro, o treinador também conta com Alesson e o próprio João Pedro. Para jogar pelos lados do campo, outras opções são Ramon, Caio Rangel, Rodrigo Porto (ex-Rodrigo Carioca) e Fernando Neto.

Apesar de ter jogado o Paranaense como segundo volante, Fernando Neto é visto como 'extremo' (meia ofensivo pelo lado do campo) pelo atual técnico do Paraná.

Com isso, é pouco provável que o clube busque reforços para a posição de 'extremo' ou para meia centralizada. A não ser que jogadores do atual elenco deixem o clube nessa pausa para a Copa América.

VOLANTE
Quem pode deixar o clube nas próximas semanas é o volante Jhonny Lucas, 19 anos. Antes sondado por clubes europeus, o jogador agora está na mira de equipes da Ásia.

A tendência é que a diretoria procure um volante-armador, já que Matheus Costa só conta com Itaqui com essa característica. Os demais volantes (Luiz Otávio, Luan e Alejandro Márquez) são mais defensivos.

O Paraná só volta a jogar em 9 de julho, contra o Bragantino, na Vila Capanema.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES