Brasileirão

Paraná Clube domina o jogo, mas empata em Chapecó e fica na lanterna

Chapecoense 1 x 1 Paran\u00e1
Chapecoense 1 x 1 Paran\u00e1 (Foto: Divulgação/Chapecoense/Sirli Freitas)

O Paraná empatou em 1 a 1 com a Chapecoense nessa segunda-feira (dia 7) à noite, em Chapecó, pela 4ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, o time paranaense ficou na lanterna, em último (20º) lugar, com um ponto. A equipe catarinense está na 17ª colocação, com três pontos. Clique aqui para ver a classificação no site Srgoool

O próximo jogo do Paraná será domingo (13), contra o Santos, na Vila Belmiro.

Com o resultado, a equipe paranaense completou cinco jogos seguidos sem vencer. A Chape aumentou seu jejum para sete partidas sem vitórias. 

Em relação ao desempenho, o Paraná dominou a partida em Chapecó, com futebol ofensivo e baseado nos passes curtos e triangulações. Só não venceu porque pecou nas finalizações. O domínio está retratado em números. Ao final dos 90 minutos, o time paranaense somou 51% de posse de bola, 16 finalizações (3 certas), 86% de precisão nos passes e 4 escanteios. A Chape teve 49% de posse de bola, 10 arremates (2 certos), 86% nos passes e 6 escanteios. Os dados são do Footstats.

Clique aqui para ver uma análise do desempenho individual dos jogadores do Paraná.

MICALE
O técnico Rogério Micale completou dez jogos pelo Paraná, agora com quatro vitórias, três empates e três derrotas.

ESCALAÇÕES
Os desfalques no Paraná eram Carlos Eduardo, Richard, Raphael Alemão, Wesley Dias e Biteco, em recuperação. A novidade foi a escolha do paraguaio Torito González para o lugar de Wesley Dias, deixando Leandro Vilela no banco. Torito só tinha atuado por 25 minutos desde que chegou ao clube – entrou no final de dois jogos do Paranaense (em março e fevereiro). Micale montou o time no 4-2-3-1, com Caio Henrique (centro), Silvinho (esquerda) e Léo Itaperuna (direita) nessa linha de três. A Chape não tinha Neto, Perotti, Khevin, Luiz Antonio, Osman, Hiago e Moisés Ribeiro. O esquema também era o 4-2-3-1. 

PRIMEIRO TEMPO
O Paraná teve domínio total do primeiro tempo, com marcação forte na saída de bola do adversário,  boas trocas de passes no meio e movimentação inteligente no setor ofensivo. Os laterais e volantes avançavam com frequência e aumentavam o poder ofensivo. A Chape sentiu a pressão, errou em excesso e não conseguiu jogar. Nos primeiros 45 minutos, foram nove finalizações do time paranaense e contra uma do adversário. A melhor chance foi aos 21, quando Caio Henrique cruzou na medida, Jhonny Lucas cabeceou e Jandrei salvou.

SEGUNDO TEMPO
Na volta do intervalo, a Chape conseguiu equilibrar o jogo, com melhor posicionamento e saída de bola. No entanto, seguiu usando as bolas longas e força física para atacar. Já o Paraná manteve o estilo de jogo ofensivo, com boas trocas de passes e triangulações. Em um lance esporádico, o time catarinense fez 1 a 0, aos 17. Arthur Caíque (ex-Londrina, Coritiba e Paraná) cobrou falta e acertou o ângulo: golaço. A equipe de Micale empatou aos 22, em boa troca de passes finalizada por Carlos – o primeiro gol dele com a camisa do clube.

SUBSTITUIÇÕES
A primeira troca no Paraná foi aos 27 do 2º, com a saída de Caio Henrique e a entrada de Zezinho. Aos 28, saiu Silvinho e entrou Vitor Feijão. Aos 34, Torito González foi substituído por Leandro Vilela.

EXPULSÃO
Aos 36 do 2º, Mansur revidou uma provocação de Wellington Paulista e acaba expulso por agressão. "Era no máximo para cartão amarelo. Ele (Wellington) caiu e sentou na minha perna. E ficou forçando. E ele é pesado. Ele fez de propósito. E se quebra a minha perna?", declarou Mansur, no final do jogo. O Paraná ficou com um jogador a menos e segurou a pressão da Chapecoense até o final.

CHAPECOENSE 1 x 1 PARANÁ
Chapecoense: Jandrei; Apodi, Thyere, Douglas e Bruno Pacheco; Amaral, Elicarlos, Márcio Araújo (Canteros), Júnior Santos (Leandro Pereira) e Arthur Caike (Guilherme); Wellington Paulista. Técnico: Gilson Kleina
Paraná: David Rambo; Alemão, Jesiel, Cléber Reis e Mansur; Jhonny Lucas, Torito (Leandro Vilela), Léo Itaperuna, Caio Henrique (Zezinho) e Silvinho (Vitor Feijão); Carlos. Técnico: Rogério Micale
Gols: Arthur Caíque (17-2º), Carlos (22-2º), 
Expulsão: Mansur (36-2º)
Cartões amarelos: Cleber Reis (P). Wellington Paulista (C).
Árbitro: Raphael Claus (SP)
Público: 7.838 pagantes
Renda: R$ 155.760,00
Local: Arena Condá, em Chapecó (SC)

PRINCIPAIS LANCES
Primeiro tempo

4 – Belo passe de Carlos. Silvinho invade a área e chuta forte. Jandrei espalma.
10 – Contra-ataque. Silvinho dispara, invade a área e cruza rasteiro. Carlos não alcança. 
17 – Alemão cruza rasteiro. Léo Itaperuna entra livre e quase alcança.
21 - Caio Henrique faz cruzamento perfeito. Jhonny Lucas cabeceia no centro. Jandrei salva.
30 – Silvinho chuta de longe. A bola vai ao lado do gol.
40 – Bola longa. Arthur ajeita de cabeça para Wellington Paulista, que chuta sobre o gol.

Segundo tempo
1 – Boa jogada da Chape. Elicarlos solta a bomba. David faz grande defesa.
8 – Após boa jogada do Paraná, Caio Henrique pega rebote fora da área e chuta no canto. A bola raspa a trave.
9 – Bola longa. Wellington Paulista tenta por cobertura. A bola vai sobre o gol.
17 – Gol da Chape. Falta frontal. Arthur Caíque cobra no ângulo. 
20 – Silvinho e Jhonny Lucas fazem boa jogada. Torito manda sobre o gol.
22 – Gol do Paraná. Léo Itaperuna toca para Carlos, na área. Ele chuta no canto.
40 – Carlos dribla dois e chuta de fora da área. A bola vai para fora.