Publicidade
Série B

Paraná Clube faz golaço, mas leva virada da Ponte e jogadores desabafam

João Pedro: dois gols contra a Ponte Preta
João Pedro: dois gols contra a Ponte Preta (Foto: Divulgação/Paraná Clube/Geraldo Bubniak)

O Paraná Clube perdeu por 4 a 2 para a Ponte Preta, nesse sábado (dia 25) à tarde, em Campinas, pela 5ª rodada da Série B. Com o resultado, o time paranaense ficou na 12ª colocação, com 6 pontos. A equipe de Campinas está em 7º lugar,com 8 pontos. Clique aqui para ver a classificação no site Srgoool.

Essa foi a primeira derrota do Paraná Clube na Série B. Antes tinha três empates e uma vitória.

A Ponte segue invicta como mandante em 2019, com sete vitórias e quatro empates em 11 jogos.

A partida foi marcada por golaços: um do meia João Pedro, do Paraná, e outro do lateral-esquerdo Abner, da Ponte Preta – que é homônimo do jogador do Athletico-PR, revelado pelo Coritiba.

O Paraná terminou o primeiro tempo vencendo por 2 a 1 e levou a virada no segundo tempo. Depois do jogo, os jogadores desabafaram. "É difícil até falar. Não pode esse apagão", disse o lateral Guilherme Santos, em entrevista para a rádio Transamérica. "Segundo tempo apático. A gente tem que rever o que está acontecendo", afirmou o meia João Pedro. 

ARTILHEIRO
Emprestado pelo Athletico Paranaense, João Pedro marcou dois gols na partida. Ele soma agora dois em três jogos pelo Paraná em 2019. Em 2017, ele já havia atuado no Tricolor, quando fez quatro gols em 23 partidas.

ESCALAÇÃO
A única novidade na escalação do técnico Matheus Costa era João Pedro na vaga de Alesson, que começou no banco. O esquema tático foi o 4-2-3-1 de sempre, com João Pedro (direita), Matheus Anjos (centro) e Ramon (esquerda) na linha de três do setor ofensivo.

A Ponte não tinha Reginaldo e Washington. Os desfalques no Paraná eram Jhonny Lucas (recuperação física) e Marlyson (pertence à Ponte).

PRIMEIRO TEMPO
Foi um primeiro tempo agitado, com duas bolas na trave, grandes defesas dos goleiros e três gols. Foram cinco boas jogadas ofensivas para cada equipe. A Ponte teve dificuldades na marcação e cedeu espaços. Com a bola, levou perigo nos escanteios cobrados por Gerson Magrão e nas jogadas de pivô de Roger (ex-Athletico-PR e São Paulo). O Paraná também não marcou bem e, com a bola, foi forte pelo lado esquerdo, com arrancadas de Guilherme Santos e Ramon.

A Ponte fez 1 a 0 aos 22 minutos em escanteio de Gerson Magrão, falha de Jenison e cabeceio de Edson. Aos 36, Ramon cruzou, a bola desviou e João Pedro chutou no canto: 1 a 1. Aos 38, Matheus Anjos tentou o passe, a bola desviou na zaga e sobrou novamente para João Pedro, que acertou belo chute e virou para 2 a 1.

SEGUNDO TEMPO
Na segunda etapa, a Ponte avançou, tomou conta do meio-campo e passou a levar perigo em chutes de fora da área e nas bolas altas. O Paraná recuou e começou a aplicar contra-ataques. Aos 12, saiu o ponta Ramon e entrou o meia Alesson, que ficou aberto, como extremo. O esquema tático não mudou. Aos 20, saiu João Pedro e entrou o volante/meia Fernando Neto, que ficou aberto, como extremo. O esquema seguiu o mesmo.

O empate da Ponte veio aos 21. Bola alta na área. Guilherme Santos perdeu para Vargas. A bola sobrou para Roger fuzilar. A virada da Ponte saiu aos 27. Abner chutou forte, de longa distância, e acertou o ângulo. Golaço.

Aos 30, saiu o volante Itaqui e entrou o ponta Caio Rangel. Fernando Neto virou volante e o esquema tático seguiu o mesmo. O Paraná começou a chegar ao ataque, mas errou demais nos lances decisivos. A Ponte fez 4 a 2 aos 45, em contra-ataque finalizado por Marquinhos.

ESTATÍSTICAS
Nos 90 minutos, o Paraná teve 44% de posse de bola, 11 finalizações (3 certas), 77% de precisão nos passes e 5 escanteios. A Ponte somou 21 arremates (12 certos), 83% nos passes e 9 escanteios. Os dados são do Sofascore.

PONTE PRETA 4 x 2 PARANÁ
Ponte: Ivan; Matheus Alexandre, Renan Fonseca, Airton e Abner; Edson, Camilo (Rafael Longuine), Gerson Magrão, Matheus Vargas (Dadá) e Marcondele (Marquinhos); Roger. Técnico: Jorginho
Paraná: Thiago Rodrigues; Éder Sciola, Rodolfo, Eduardo Bauermann e Guilherme Santos; Luiz Otávio e Itaqui (Caio Rangel); João Pedro (Fernando Neto), Matheus Anjos e Ramon (Alesson); Jenison. Técnico: Matheus Costa
Gols: Edson (22-1º), João Pedro (36-1º e 38-1º), Roger (21-2º), Abner (27-2º) e Marquinhos (45-2º)
Cartões amarelos: Roger, Abner, Ivan (Pon). Sciola, Jenison (Par)
Árbitro: Caio Max Augusto Vieira (RN)
Público: 4.112 pagantes
Local: Estádio Moises Lucarelli, em Campinas

PRINCIPAIS LANCES
Primeiro tempo
2 – Bola longa para Roger, que ajeita de cabeça para trás. Vargas chuta no centro. Thiago Rodrigues defende.
7 – Escanteio. João Pedro cruza. Rodolfo tenta o chute de primeira e acerta no cantinho. Ivan faz grande defesa.
11 – Ramon avança pela ponta e chuta cruzado. A bola vai ao lado.
21 – Boa troca de passes da Ponte. Abner cruza da esquerda. Roger cabeceia e a bola toca na trave.
22 – Gol da Ponte. Gerson Magrão cobra escanteio para a 1ª trave. Edson sobe mais que Jenison cabeceia no canto.
26 – Marcondele chuta de fora da área. Thiago Rodrigues espalma no canto.
33 – Roger arrisca de fora da área e acerta o ângulo. Thiago Rodrigues espalma.
35 – Guilherme Santos invade a área e chuta cruzado. A bola bate na trave.
36 – Gol do Paraná. Ramon cruza. Renan Fonseca corta mal. A bola sobra na área para João Pedro, que chuta no canto.
38 – Gol do Paraná. Matheus Anjos tenta o passe. A bola desvia em Renan Fonseca e sobra para João Pedro, que tenta de voleio e acerta o ângulo. Golaço.

Segundo tempo
1 – Sciola cruza rasteiro. Jenison quase alcança. Ivan corta no susto.
6 – Falta frontal. Vargas chuta forte. Thiago Rodrigues rebate.
15 – Marquinhos passa por Sciola e chuta cruzado. A bola passa perto.
19 – Abner cruza da esquerda. Roger cabeceia perto, sobre o gol.
21 – Gol da Ponte. Bola alta pra área. Guilherme Santos perde para Vargas. A bola sobra para Roger, que fuzila.
27 – Gol da Ponte. Abner chuta forte, de longe, e acerta o ângulo.
28 – Sciola cruza rasteiro para a pequena área. Jenison chuta sobre e perde gol feito.
43 – Longuine puxa o contra-ataque e rola para Roger, na cara do gol. Ele chuta e Thiago Rodrigues salva.
45 – Gol da Ponte. Cruzamento da esquerda. Marquinhos recebe livre na área e chuta no canto.

DESTAQUES DOS EDITORES