Publicidade
Taça Kruger

Paraná Clube fica com nova cara para o segundo turno do Paranaense

À esquerda, o time-base do Paraná no primeiro turno. À direita, a equipe para o segundo turno
À esquerda, o time-base do Paraná no primeiro turno. À direita, a equipe para o segundo turno (Foto: Reprodução/This11)

O Paraná Clube terá uma nova cara para o segundo turno do Campeonato Paranaense. O esquema tático será o mesmo, o 4-2-3-1. E nove dos 11 titulares foram mantidos. No entanto, as duas peças modificadas no time-base devem alterar também o comportamento da equipe e o ritmo do jogo.

Em relação ao time-base do primeiro turno, deixam a equipe o meia Higor Leite e o volante Luiz Otávio. Entram na equipe o ponta Caio Rangel (ex-Juventude) e o volante Jeferson Lima (ex-Internacional).

Com essas alterações, Alesson terá novo posicionamento. No primeiro turno, ele jogou aberto na ponta-esquerda. Agora, vai atuar como um armador centralizado, na função que era de Higor Leite.

Se antes o time contava com dois armadores (Higor Leite e Alesson) no meio-campo, agora o time terá dois jogadores de velocidade ali (Andrey e Caio Rangel). A impressão é que o técnico Dado Cavalcanti esteja construindo uma equipe que chegue mais rápido ao terço final do campo e que, nessa faixa decisiva do campo, finalize melhor as jogadas de ataque.

A troca de volantes – Luiz Otávio por Jeferson Lima – também indica um novo ritmo no meio-campo. “Visualizamos nossas necessidades e carências para achar a dupla perfeita, saber quais se interagiam mais em campo. Ele (Jeferson) interage mais fácil, interpreta melhor e traz vantagens. Não chega ao ataque, mas gira muito bem o corpo, aparece nos espaços, sabe jogar pressionado e, para iniciar as jogadas, será importante”, disse Dado Cavalcanti.

O Paraná volta a jogar sábado (dia 9) às 16 horas, na Vila Capanema, contra o FC Cascavel, pela primeira rodada da Taça Dirceu Kruger – o segundo turno do Campeonato Paranaense. A provável escalação é: Thiago Rodrigues; Eder Sciola, Rodolfo, Fernando Timbó e Guilherme Santos; Jeferson Lima e Fernando Neto; Andrey, Alesson e Caio Rangel; Jenison.

DESTAQUES DOS EDITORES