Que fase!

Paraná Clube perde para o Corinthians em duelo de ‘maus momentos’

"Leandro Vilela leva cart\u00e3o vermelho: mau momento do Paran\u00e1"
"Leandro Vilela leva cart\u00e3o vermelho: mau momento do Paran\u00e1" (Foto: Reprodução / SporTV)

Entre o momento do Paraná Clube – que é lanterna do Brasileirão – e o do Corinthians – que perdeu os três últimos jogos –, o time paranaense levou a pior. Perdeu por 1 a 0, na noite deste sábado (25), no estádio Itaquerão, em São Paulo. Esse duelo de maus momentos era válido pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Antes da partida, o Paraná planejava tirar uma casquinha do mau momento do Corinthians, que somou apenas um ponto nos últimos quatro jogos. Para o técnico Claudinei Oliveira, era possível projetar um bom jogo, já que nas duas rodadas sob seu comando o time vendeu caro a derrota (1 a 0) para o vice-líder Internacional e empatou com o líder São Paulo. Mas o time da Vila não conseguiu destino melhor desta vez.

RETROSPECTO

Nos últimos sete jogos, o Paraná Clube somou apenas dois pontos. E até trocou de técnico: Rogério Micale saiu e Claudinei Oliveira chegou, há três rodadas. O time está na zona de rebaixamento do Brasileirão desde a 2ª rodada e era o lanterna há 11 rodadas. Como não pontuou, continua na lanterna, com 15 pontos.

Para chegar a 45 pontos – número considerado “mágico” para escapar do rebaixamento –, o Paraná precisa somar mais 30 pontos. Restam 17 rodadas para o fim do Brasileirão.

TABELA

O Paraná Clube volta a campo no próximo domingo (2/9), às 16 horas, quando enfrenta o Sport em Recife, pela 22ª rodada do Brasileirão. O volante Leandro Vilela, que foi expulso neste sábado, cumpre suspensão.

ESCALAÇÃO

Sem o lateral Júnior, suspenso, o técnico Claudinei Oliveira escalou Diego Tavares na posição. O jogador, de boa passagem pelo clube em 2016, estava há sete meses sem jogar, em recuperação de uma cirurgia no joelho direito. No meio-de-campo, entre um jogador mais ofensivo (Rodolfo) e um mais defensivo (Jhonny Lucas), Claudinei escalou Raphael Alemão. O time entrou num 4-2-3-1. “Procuramos fazer um bom jogo como fizemos contra o São Paulo”, disse ele.

PRIMEIRO TEMPO

Na primeira etapa, o Paraná conseguiu segurar a pressão inicial do Corinthians e até equilibrou o jogo. Criava jogadas quando o volante Alex Santana avançava pelo lado direito e se somava à linha de três meias – Raphael Alemão, Caio Henrique e Silvinho. O time paranaense até finalizou mais vezes: sete (duas certas) contra seis (duas certas). A diferença é que uma das finalizações do Corinthians entrou: Henrique (ex-Coritiba) fez 1 a 0, de cabeça, aos 36 minutos.

Outro lance chamou atenção: aos 27 minutos, Leandro Vilela chutou de longe. A bola iria fora, mas o goleiro Cássio foi nela mesmo assim e pagou caro. Acabou machucando o quadril. Após ser atendido duas vezes, ele deixou o campo aos 37 minutos e deu lugar a Walter. O atendimento ao goleiro fez com que o árbitro desse oito minutos de acréscimos.

SEGUNDO TEMPO

No segundo tempo, o Paraná foi achatado em seu campo. Sofreu cinco finalizações em oito minutos diante de um Corinthians que resolveu se impor. Para mudar o panorama, Claudinei trocou Raphael Alemão por Nádson, aos 11 minutos. Ele ficou com meia centralizado e Caio Henrique passou para o lado direito do ataque. O Paraná melhorou, mas mesmo assim criou pouco e mal conseguia finalizar quando chegava perto da área adversária.

Aos 30 minutos, Leandro Vilela fez falta dura em Jadson, levou o segundo cartão amarelo e acabou expulso. Para compensar a perda, Claudinei colocou o volante Jhonny Lucas no lugar do atacante Grampola. Aos 42, Rodolfo entrou em lugar de Alex Santana, numa última tentativa ofensiva. Mas o time praticamente não atacava. E ainda dependeu do goleiro Richard para não sofrer mais gols.

ESTATÍSTICAS

Na partida deste sábado, o Paraná teve 12 finalizações (3 certas), 39% de posse de bola e 71% de acerto nos passes. O Corinthians arrematou 16 bolas (8 no alvo e uma na trave), teve 61% de posse de bola e acertou 81% dos passes. Os porcentuais são do site Whoscored.

CORINTHIANS 1 x 0 PARANÁ
Corinthians: Cássio (Walter); Fágner, Pedro Henrique, Henrique e Danilo Avelar; Ralf e Douglas; Pedrinho, Jádson (Araos) e Clayson (Matheus Vital); Roger. Técnico: Osmar Loss
Paraná: Richard; Diego Tavares, Renê Santos, Cléber Reis e Igor; Leandro Vilela e Alex Santana (Rodolfo); Raphael Alemão (Nádson), Caio Henrique e Silvinho; Grampola (Jhonny Lucas). Técnico: Claudinei Oliveira
Gols: Henrique (36-1º)
Cartões amarelos: Douglas, Alex Santana, Raphael Alemão, Clayson, Silvinho
Expulsão: Leandro Vilela (30-2º)
Árbitro: André Luiz de Freitas Castro (GO)
Público: 28.136 (pagante), 28.375 (total)
Renda: R$ 1.019.205,58
Local: Estádio Itaquerão, em São Paulo, sábado

LANCES DO JOGO

PRIMEIRO TEMPO

7 – Clayson arremata de fora da área e manda por cima

8 – Jadson recebe de Clayson, gira e chuta. Richard defende, a bola toca a trave e volta nas mãos do goleiro

18 – Leandro Vilela ergue a bola para a área. Raphael Alemão finaliza de bicicleta. Cássio pega

20 – Alex Santana puxa jogada pela direita. Raphael Alemão toca para Caio Henrique, que domina e chuta no ângulo. Cassio faz boa defesa

24 – Clayson tenta de fora da área e manda por cima do gol

27 – Leandro Vilela arrisca de longe. A bola iria fora, mas Cássio vai nela e põe para escanteio

29 – Alex Santana pega sobra da defesa e chuta da meia-lua. A bola vai por cima

36 – Gol do Corinthians. Jadson cobra escanteio. Henrique cabeceia no ângulo esquerdo

47 – Silvinho faz falta em Fagner perto da área. Jadson cobra na barreira

52 – Jadson puxa contra-ataque e lança Roger, que finaliza na saída do goleiro. A bola toca na trave

53 – Alex Santana arrisca de longe e manda por cima

SEGUNDO TEMPO

2 – Jadson arrisca de fora da área. A bola leva perigo, mas sai à direita do gol

2 – Roger tenta o cruzamento. A bola vai direto a gol e Richard pega

4 – Avellar cruza. Clayson finaliza fraco e Richard pega

6 – Pedrinho pega uma sobra da defesa e arremata por cima do gol

8 – Leandro Vilela afasta mal pelo alto. Ralf tenta de voleio e manda por cima

11 – Grampola faz o pivô e serve Silvinho, que dribla Pedro Henrique e chuta na rede do lado de fora

16 – Silvinho cobra falta para a área. A bola passa por todos e Walter pega

17 – Jadson cobra falta para a área. Roger cabeceia com perigo, mas para fora

22 – Caio Henrique cobra falta. A bola desvia na barreira e sai em escanteio

25 – Pedrinho domina e chuta a gol. Richard pega fácil

27 – Alex Santana arremata de fora da área. Walter pega firma

34 – Fagner avança pela direita e cruza rasteiro. Jadson domina e chuta a gol. Richard faz grande defesa

35 – Igor cruza. Grampola cabeceia por cima do gol

39 – Danilo Avellar ganha dividida contra Diego Tavares e bate cruzado. Richard pega

41 – Araos passa pela defesa a dribles e manda por cima do gol

44 –Após contra-ataque, Pedrinho arremata de fora da área, no ângulo. Richard salta e defende

46 – Igor tenta o chute de longe e manda por cima do gol