Publicidade
Brasileirão

Paraná Clube precisa de 24 finalizações e 720 passes para marcar um gol

Paraná Clube precisa de 24 finalizações e 720 passes para marcar um gol
Média de finalizações necessárias para marcar um gol (Foto: Reprodução/Footstats)

O Paraná Clube precisa de 24 finalizações e 720 passes para marcar um gol no Campeonato Brasileiro de 2018. Essa é a média da equipe na competição, segundo o Footstats. Com esses números, o time fica em último lugar nos dois rankings relativos a essas duas estatísticas – média de arremates e de passes por gol marcado.

O São Paulo, por exemplo, precisa de apenas 6,37 finalizações e de 197 passes para chegar a um gol. É o líder desses dois rankings.

Essas estatísticas de desempenho são proporcionais aos resultados. Na tabela de classificação, o time paulista lidera a competição e o Paraná está na lanterna. 

Os números apontam, porém, que o problema do Paraná não é a falta de volume de jogo. O time é o quinto com mais finalizações na competição, com 223 no total (média de 12,3 por jogo). E está em 14º lugar no ranking de arremates certos, com 73 (média de 4 por jogo). 

O artilheiro do Paraná no Brasileirão é o ponta Silvinho, com três gols. O time marcou nove na competição. 

Silvinho é o jogador do clube que mais arrisca, com média de 2,18 arremates por partida, seguido pelo ponta Rodolfo (2,0), pelo centroavante Thiago Santos (1,8) e pelo volante Alex Santana (1,7). 

Os cinco do Paraná com maior média de finalizações certas por jogo são Rodolfo (1,0), o ponta Raphael Alemão (1,0), Silvinho (0,9), Alex Santana (0,6) e Nadson (0,6). 

Os melhores índices de precisão do elenco são do meia Nadson e de Raphael Alemão, com 67% de acerta nas finalizações. Em seguida, aparecem o meia Maicosuel e Rodolfo, com 50% de precisão. Os piores índices do time são do centroavante Grampola, com 0% (duas finalizações, ambas erradas), e do lateral Igor, também com 0% (sete finalizações, todas para fora).  

DESTAQUES DOS EDITORES