Brasileirão

Paraná Clube troca meio time e vence o Flu, mas fica em penúltimo

Thiago Santos comemora gol do Paran\u00e1 sobre o Fluminense
Thiago Santos comemora gol do Paran\u00e1 sobre o Fluminense (Foto: Geraldo Bubniak)

O Paraná Clube venceu por 2 a 1 o Fluminense, nessa segunda-feira (dia 4) na Vila Capanema, pela 9ª rodada do Campeonato Brasileiro. A vitória veio com gols do centroavante Thiago Santos, em cobrança de pênalti, e do meia-atacante Guilherme Biteco. Com o resultado, o time paranaense ficou em 19º (e penúltimo) lugar, com seis pontos. A equipe carioca está na 9ª posição, com 14 pontos. Clique aqui para ver a classificação no site Srgoool.

O placar encerrou um jejum de nove jogos seguidos sem vencer do Paraná. Foi a primeira vitória no Brasileirão 2018. 

O técnico do Paraná, Rogério Micale, fez seis mudanças na escalação. Quatro foram por desfalques. E outras duas por opção técnica ou tática. A equipe teve uma atuação segura no sistema defensivo e razoável no meio-campo. O setor ofensivo apresentou altos e baixos durante a partida. 

ARTILHEIROS
Thiago Santos soma agora três gols em dez jogos pelo clube. É o vice-artilheiro do time no ano. O goleador é o ponta Diego Gonçalves, com quatro gols em 11 jogos. Biteco fez seu quarto gol com a camisa do Paraná – o primeiro em 2018. Ele soma 25 partidas pelo clube. 

TREINADOR
O técnico Rogério Micale completou 15 jogos pelo Paraná, agora com 5 vitórias, 5 empates e 5 derrotas.

[node:galeria id=564201]

ESCALAÇÕES
Os desfalques do Paraná eram o zagueiro Neris e o volante Jhonny Lucas, suspensos, além do ponta Silvinho e do zagueiro Cleber Reis, lesionados. Outra baixa no banco foi o lateral-direito Alemão, que pediu para deixar o clube. Micale decidiu também tirar da equipe o lateral-esquero Mansur e o meia Caio Henrique. Com isso, Igor e Carlos Eduardo viraram titulares. No total, foram seis mudanças na escalação em relação ao último jogo. O esquema tático era o 4-2-3-1. A linha de três do setor ofensivo tinha Carlos (esquerda), Carlos Eduardo (centro) e Léo Itaperuna (direita). Já o Fluminense vem atuando na variação do 3-4-3 (com a bola) para o 5-4-1 (sem a bola). O time não tinha o atacante Pedro, lesionado.

PRIMEIRO TEMPO
Aos 4 minutos, Carlos saiu lesionado. Entrou Caio Henrique. Aos 11, o Flu perdeu Marcos Junior, contundido. Entrou Robinho. O Paraná teve o controle da primeira etapa. Anulou as principais jogadas do adversário e conseguiu criar quatro boas jogadas. A melhor surgiu em dribles de Caio Henrique e terminou com chute de Thiago Santos na trave, aos 25 minutos. O Flu não teve espaço e só arriscou uma finalização no primeiro tempo.

SEGUNDO TEMPO
O segundo tempo seguiu com o Flu dominado. Logo aos 6 minutos, o lateral Léo (ex-Atlético-PR e Coritiba) cometeu pênalti em Léo Itaperuna. Thiago Santos cobrou e fez 1 a 0. O time carioca começou a reagir e a pressionar, mas o Paraná resistiu na defesa e teve a chance de ampliar em três contra-ataques perigosos. Aos 26, saiu o meia Carlos Eduardo e entrou o volante Wesley Dias. Aos 36, Thiago Santos foi substituído pelo meia-atacante Biteco. No final, dois gols. O Paraná fez 2 a 0 em cruzamento de Caio Henrique para finalização de Biteco, aos 43. Aos 47, o Flu diminuiu para 2 a 1, após chutão pra frente, desvio de cabeça de Renato Chaves e chute de Pablo Dyego.

ESTATÍSTICAS
Ao final dos 90 minutos, o Paraná somou 47% de posse de bola, 11 finalizações (6 certas), 88% de precisão nos passes e 4 escanteios. O Flu teve 53% de posse de bola, 11 arremates (4 certos), 91% nos passes e 7 escanteios. Os dados são do Footstats.

PARANÁ 2 x 1 FLUMINENSE
Paraná: Thiago Rodrigues; Junior, Jesiel, Rayan e Igor; Leandro Vilela, Torito González, Léo Itaperuna, Carlos Eduardo (Wesley Dias) e Carlos (Caio Henrique); Thiago Santos (Biteco). Técnico: Rogério Micale
Fluminense: Júlio César; Renato Chaves, Gum e Luan Peres; Léo (Matheus Alessandro), Richard, Jadson (Pablo Dyego) e Marlon; Sornoza, Marcos Junior (Robinho) e João Carlos. Técnico: Abel Braga
Gols: Thiago Santos (7-2º), Biteco (43-2º) e Pablo Dyego (47-2º)
Cartões amarelos: Thiago Santos, Torito, Rayan, Jesiel (P). João Carlos, Léo, Marlon (F). 
Árbitro: Leandro Bizzio Marinho (SP)
Público: 3.491 pagantes (4.352 total)
Renda: R$ 69.525,00
Local: Vila Capanema, em Curitiba

PRINCIPAIS LANCES
Primeiro tempo

9 – Léo Itaperuna parte em velocidade, invade a área e chuta. Gum bloqueia.
25 – Caio Henrique dribla dois. A bola chega para Thiago Santos, que chuta na trave. Caio Henrique pega o rebote e rola para Thiago Santos, que chuta. O goleiro espalma.
26 – Carlos Eduardo cobra escanteio. Jesiel tenta um chute acrobático. O goleiro espalma.
29 – Léo cruza. Thiago Rodrigues fura. João Carlos cabeceia. Vilela salva na linha.

Segundo tempo
6 - Léo derruba Léo Itaperuna na área. Pênalti.
7 – Gol do Paraná. Thiago Santos bate o pênalti à direita. O goleiro cai para o outro lado.
22 – Sornoza chuta de fora da área. Vilela bloqueia.
24 – Sornoza bate escanteio. Richard sobe sozinho e cabeceia fraco. Thiago Rodrigues segura.
25 – Junior puxa contra-ataque e chuta de fora da área. O goleiro espalma.
27 – Sornoza cruza. A zaga tira da área. Matheus Alessandro pega o rebote na meia-lua e chuta perto, sobre o gol.
34 – Contra-ataque. Torito avança e chuta forte. O goleiro espalma.
42 – Matheus Alessandro chuta forte, do bico da área. A bola passa perto.
43 – Gol do Paraná. Caio Henrique cruza rasteiro. Biteco completa quase dentro do gol.
46 – Falta na intermediária. João Carlos chuta no ângulo. Thiago Rodrigues espalma.
47 – Gol do Flu. Bola alta pra área. Renato Chaves ajeita de cabeça e Pablo Dyego chuta no canto.