Enfrentamento da pandemia

Paraná distribui vacinas da Pfizer para todos os municípios e reforça estoque de medicamentos do kit intubação

(Foto: Valquir Aureliano)
(Foto: Valquir Aureliano)
(Foto: Valquir Aureliano)
(Foto: Valquir Aureliano)
(Foto: Valquir Aureliano)

A Secretaria da Saúde do Paraná (Sesa-PR) iniciou nesta sexta-feira (18 de junho) a distribuição de aproximadamente 234 mil doses de vacinas contra o coronavírus. Na manhã de hoje, inclusive, o secretário Beto Preto acompanhou a chegada dos imunizantes ao estado, acompanhado de funcionários do Ministério da Saúde, e também conversou com a imprensa, explicando sobre o calendário de imunização no estado, divulgado nesta semana, e também destacando que, junto com as vacinas contra a Covid, estarão sendo encaminhados aos hospitais do estado medicamentos do kit intubação, reforçando o estoque dos estabelecimentos de saúde.

Das vacinas que estão chegando ao Paraná, 90 mil são da Coronavac e as outras, da Pfizer. Os imunizantes da Coronavac serão encaminhados aos municípios para a vacinação de gestantes, enquanto as outras doses (da Pfizer) serão distribuídas para a vacinação da população em geral, de trabalhadores da educação básica (pouco mais de 16 mil doses), do ensino superior (também pouco mais de 16 mil doses) e para o grupo de serviços e assistência social (trabalhadores do SUAS, o Sistema Único de Assistência Social, com a reserva de 1,3 mil doses).

Além da vacina contra a Covid, também está sendo enviado aos municípios vacinas contra a gripe e medicamentos do kit intubação. "Estamos enviando 880 mil doses da vacina da gripe e a maioria dois municípios já começa a abrir com procura direta. Estamos com 40% da meta no Paraná, Curitiba 46%. Tomar a vacina da gripe é importantíssimo, ajuda no diagnóstico diferencial, principalmente num momento de pandemia, momento de guerra. A vacina da gripe tem que ser tomada com mais de 14 dias de diferença da vacina do coronavírus e vice-versa também", destaca o secretário. "Também estamos enviando medicamentos do kit entubação, para ajudar nossa rede."

Aos municípios, a recomendação da Sesa é que iniciem a aplicação das vacinas contra o coronavírus assim que recebam os imunizantes. "É um quantitativo que não é dos maiores, mas queremos fazer a vacinação o mais rápido possível."

Calendário de imunização

A expectativa da Sesa é conseguir, até o dia 30 de setembro, vacinar toda a população paranaense acima de 18 anos. Segundo Beto Preto, a estimativa é feita com base no quantitativo de doses recebidas pelo estado nas últimas semanas e também com base nos contratos que o Ministério da Saúde já fechou para a compra de mais imunizantes.

"Sabemos que julho virão mais doses, agosto e setembro mais ainda. Até setembro, o Paraná deve ter 7 milhões de doses à disposição, estimamos. Temos capacidade de vacinar, vamos vacinar, e ao mesmo tempo aproveito para dizer que tivemos diminuição importante do quantitativo de cidadãos paranaenses internados nas UTIs com mais de 60 anos de idade. Isso demonstra que a vacinação do início do ano está dando resultado. Eram 65% dos pacientes internados em UTI por Covid. Hoje são em torno de 33%, baixamos 50%. O que era dois terços agora é um terço dos pacientes internados nas UTIs com mais de 60 anos de idade".

Ainda segundo o secretário de Saúde do Paraná, há possibilidade, até mesmo, de a vacinação da população paranaense com mais de 18 anos chegar ao fim antes do estimado. "Se o Ministério entregar tudo que está comprando, o 30 de setembro pode até ser antecipado. Se tiver algum atraso, 30 de setembro está mantido. Se alguma coisa não chegar, efetivamente, pode passar um pouco o 30 de setembro. Mas estamos colocando o sonho ali na frente, com muito respeito a todos."