Série B

Paraná erra pênalti, mas vence o Botafogo-SP e encerra jejum de vitórias

João Pedro: pênalti perdido
João Pedro: pênalti perdido (Foto: Geraldo Bubniak / AGb)

Após sete rodadas de frustrações, o Paraná Clube finalmente conseguiu vencer uma partida na Série B. Na noite desta terça-feira (27), o time derrotou o Botafogo-SP por 1 a 0, em Ribeirão Preto, pela 19ª rodada da competição. O time paranaense chegou a desperdiçar um pênalti nessa partida e atuou a segunda etapa quase inteira com um jogador a mais.

Com o resultado, o time paranaense encerrou o jejum de gols e vitórias. Na Série B, antes do jogo desta terça, eram sete partidas sem vitória e apenas 1 gol marcado. Nesse período, foram três empates em 0 a 0 e quatro derrotas. Antes disso, a última vitória havia sido há oito rodadas: 1 a 0 sobre o Figueirense, com um gol de João Pedro (de pênalti).

A vitória levou o Paraná Clube a 28 pontos. Veja a classificação AQUI, no site SrGoool.

ARTILHEIRO

O gol do Paraná foi marcado por Jenison, aos 26 minutos do segundo tempo. Foi o 3º gol dele na Série B. O artilheiro da equipe na competição é o meia João Pedro, com 4 gols – ele poderia estar com 5, se não tivesse errado um pênalti nesta terça-feira.

TABELA

O Paraná vai jogar novamente nesta sexta-feira, às 19h15, contra o Vila Nova-GO, na Vila Capanema. A partida abre o returno da Série B

ESCALAÇÃO

Sem poder contar com o meia Fernando Neto (lesionado), o técnico Matheus Costa escalou o volante Jhony Douglas ao lado de Itaqui. Mas não se desfez do esquema tático 4-2-3-1. Luiz Otávio jogou pelo lado direito na linha de três meias. João Pedro ficou centralizado Bruno Rodrigues caía pelo lado esquerdo.

PRIMEIRO TEMPO

O Paraná começou recuado, com marcação apenas no campo de defesa, e a intenção de tocar a bola no ataque – ou de contra-atacar em velocidade. Mas faltaram criatividade e precisão nos passes. Aos 28 minutos o atacante Rafael Furtado sucumbiu a uma lesão e teve que sair do jogo, dando lugar a Jenison. O esquema tático não mudou. Nem a falta de força ofensiva, já que o time mal chegava perto da área adversária. A exceção foi uma bola longa para Bruno Rodrigues, que acabou derrubado por Leandro Amaro na área. Mas João Pedro perdeu o pênalti – o goleiro defendeu. Depois disso, o time ensaiou uma melhora, mas que pouco adiantou.

SEGUINDO TEMPO

Na etapa final, o Paraná ficou com um jogador a mais. Murilo, do Botafogo-SP, fez falta dura em Itaqui e levou cartão amarelo. Como já tinha levado cartão no primeiro tempo, acabou expulso aos 2 minutos. O time paranaense, embora ganhasse campo para jogar, não conseguiu produzir lances de perigo.

Aos 11 minutos, com um jogador a mais, Costa trocou o volante Jhony Douglas pelo meia Alesson. Ele ficou centralizado, João Pedro passou para o lado direito e Luiz Otávio posicionou-se como volante. O Paraná empurrou o Botafogo-SP para o campo de defesa, mas não produziu quase nada – e ainda quase levou gol em um contra-ataque. Aos 23, Rodrigo Porto entrou no lugar de João Pedro. Três minutos depois, o time abriu o placar, com um gol de Jenison, após cruzamento de Guilherme Santos.

Depois do gol, o Paraná tentou controlar o jogo tocando a bola, já que o placar o favorecia. Mas ficou sujeito a algumas investidas perigosas do Botafogo-SP, que não deram em nada.

ESTATÍSTICAS

Na partida, o Paraná somou 14 finalizações (6 certas), 57% de posse de bola, 87% de acerto nos passes e 3 escanteios. O Boafogo obteve 7 finalizações (1 certa), 43% de posse de bola, 87% de acerto nos passes e 6 escanteios. Os números são do site Sofacore.

 

BOTAFOGO-SP 0 x 1 PARANÁ
Botafogo-SP: Darley; Lucas, Luiz Otávio, Leandro Amaro e Pará; Higor Meritão e Marlon Freitas; Murilo, Nadson (Leonar) e Júlio César (Diego Gonçalves); Henan (Rafael Costa). Técnico: Hemerson Maria
Paraná: Thiago Rodrigues; Eder Sciola, Leandro Almeida, Rodolfo e Guilherme Santos; Jhony Douglas (Alesson) e Itaqui; Luiz Otávio, João Pedro (Rodrigo Porto) e Bruno Rodrigues; Rafael Furtado (Jenison). Técnico: Matheus Costa
Gols: Jenison (26-2º)
Cartões amarelos: Leandro Amaro, Murilo, Alesson
Expulsão: Murilo (2-2º)
Árbitro: Grazianni Maciel Rocha (RJ)
Local: Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto (SP) terça-feira

 

LANCES DO JOGO

PRIMEIRO TEMPO

2 – Guilherme Santos cruza. João Pedro raspa de cabeça. Luiz Otávio arremata de fora da área, mas sem força. A bola vai fora

3 – Pará cruza. A bola vai direto a gol. Thiago Rodrigues espalma para escanteio

10 – Marlon bate forte, com efeito, de fora da área. Thiago Rodrigues defende

19 – Bruno Rodrigues domina fora da área, gira e chuta por cima do gol

32 – Após escanteio, Higor Meritão cai na área em disputa com o goleiro Thiago Rodrigues. O árbitro manda o jogo seguir

35 – Bruno Rodrigues é derrubado por Leandro Amaro na área. O árbitro marca pênalti. João Pedro cobra o pênalti à esquerda e Darley defende

40 – João Pedro cruza fechado. A bola vai ao gol. Bruno Rodrigues sai da bola. O goleiro se entorta todo e defende

SEGUNDO TEMPO

3 – Jenison recebe na área e ajeita para João Pedro, que bate à esquerda do gol

8 – Rodolfo arrisca de longe e manda por cima do gol

9 – Marlon tenta de fora da área. A bola desvia na zaga e sai em escanteio

12 – Alesson tenta de bicicleta, de fora da área, e manda longe do gol

20 – Após contra-ataque, Marlon cruza rasteiro, tirando do goleiro. Marlon se embola com a bola, com o gol vazio

22 – Luiz Otavio bate de longe, sem força. O goleiro pega fácil

23 – Itaqui bate a gol. O goleiro defende parcialmente, mas depois pega aos pés de Alesson

26 – Gol do Paraná. Guilherme Santos dribla Lucas e cruza rasteiro. Jenison finaliza na pequena área, o goleiro defende parcialmente e Jenison toca para dentro

28 – Bruno Rodrigues avança e chuta de fora da área. O goleiro faz boa defesa

48 – Jenison cruza rasteiro. Rodrigo Porto tenta de carrinho, perto da trave, mas não chega a tempo