Anticovid

Paraná espera definição do Ministério sobre vacinação de adolescentes e 3ª dose

Novo lote com mais de 303 mil doses da Pfizer chegou ao Paraná, ontem
Novo lote com mais de 303 mil doses da Pfizer chegou ao Paraná, ontem (Foto: Franklin de Freitas)

O Paraná recebeu, nesta segunda-feira (13), mais 303.030 vacinas contra a Covid-19 da Pfizer/BioNTech, todas destinas, exclusivamente, à primeira dose. Porém, não serão destinadas ainda para os adolescentes de 12 a 18 anos. “Seguimos a pauta do Ministério da Saúde, que deve se manifestar entre terça (14) e quarta (15) sobre os adolescente e a terceira dose”, afirmou secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, que acompanhou a chegada do novo lote.

“Havia uma ansiedade muito grande pela chegada dessas vacinas, principalmente porque são todas para primeira dose e possibilitarão que aqueles municípios que tiveram que interromper a vacinação por falta de imunizante, possam retomar as atividades”, afirmou.

Ainda em agosto, o governador do Paraná Ratinho Jr disse que os adolescentes paranaenses, entre 12 e 18 anos, devem ser vacinados contra Covid a partir de outubro. Tão logo se complete a vacinação do grupo de adultos, previsto para setembro, a Secretaria de Saúde deve divulgar um cronograma para a imunização da população entre 12 e 18 anos. Ressaltando que para esse público o único imunizante autorizado no Brasil é o da Pfizer.

Nos últimos dias, os municípios observaram aumento na procura da vacina por faixas etárias que já foram atendidas. “Muitas pessoas estão procurando a chamada repescagem. Alguns não acreditavam ou tinham medo da imunização e agora que estamos nos aproximando de finalizar este grupo, essas pessoas têm buscado a vacinação”, explicou o secretário de Saúde de Mangueirinha e presidente do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde do Paraná (Cosems), Ivoliciano Leonarchik.

Falta de doses

Sobre a falta de doses para D2 observada nos outros estados, especialmente da AstraZeneca, Beto Preto reafirmou que não houve atraso por parte do Ministério da Saúde e da Secretaria estadual da Saúde.

“Não há nenhum atraso de repasse de doses para D2 no Paraná. Se houver algum município com doses faltando, certamente houve a aplicação de D2 como D1 ou até mesmo aplicação em residentes de outras cidades

O secretário ainda enfatizou a importância da procura por D2. “Hoje temos de 3% a 5% de faltosos na segunda dose e é importante ressaltar que a segunda aplicação é tão importante quanto a primeira”, disse.

Curitiba tem imunização de vários grupos; veja quem toma

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) antecipa para esta terça-feira (14) a segunda dose da vacina da Pfizer para as pessoas com 51 anos que receberam a primeira aplicação em 20 de junho. O atendimento será feito em 19 pontos de vacinação abertos das 8h às 17h.

A estimativa é de 12.402 pessoas com 51 anos ou mais que inicialmente estavam programadas para completar o esquema vacinal no dia 17 de setembro possam antecipar a segunda dose.

Todos estão sendo convocados por mensagem pelo aplicativo Saúde Já, que deverá ser apresentada na hora da vacinação.

Aqueles que não receberam a mensagem de convocação pelo Saúde Já não terão a segunda dose antecipada hoje e deverão, portanto, seguir a data agendada anteriormente.

Também serão atendidas pessoas que já estavam com a segunda dose programada para essa data. São pessoas que tomaram o imunizante Coronavac em 20 de agosto e os que receberam a primeira dose de AstraZeneca ou Pfizer em 16 de junho.

Hoje também se vacinam com primeira dose anticovid, gestantes e puérperas (mulheres que deram à luz até 45 dias atrás) com 12 anos ou mais. São 19 pontos de atendimento (endereços abaixo) abertos das 8h às 17h.

Depois de quase um mês, casos ativos voltam a cair de 7 mil na Capital

A Secretaria Municipal da Saúde de Curitiba registrou, ontem, 409 novos casos de Covid-19 e 14 óbitos. Até o momento foram contabilizadas 7.333 mortes e confirmados 287.786 casos positivos desde o início da pandemia. Ontem, eram 6.727 casos ativos na cidade, correspondentes ao número de pessoas com potencial de transmissão do vírus. É o menor número desde o dia 14 de agosto, quando eram 6.655.

Depois desse dia, Curitiba viu os casos ativos subirem até atingirem 8.344 casos no dia 30 de agosto, iniciando depois disso a tendência de queda, confirmada ontem.

Ontem, foram desativados 10 leitos de UTI adulto Covid e 6 leitos de enfermaria do Hospital Vitória, em razão da baixa taxa de ocupação. Com isso, a taxa de ocupação dos 365 leitos de UTI SUS exclusivos para Covid-19 estava em 64%.

Paraná — A Secretaria de Estado da Saúde divulgou ontem mais 1.924 casos confirmados e 44 mortes em decorrência da infecção causada pelo novo coronavírus. Os dados acumulados do monitoramento da Covid-19 mostram que o Paraná soma agora 1.473.335 casos confirmados e 37.896 mortos pela doença.

Brasil — O boletim do Ministério da Saúde divulgou ontem mais 6.645 casos da Covid no País, com 215 mortes. O total acumulado passou dos 21 milhões de casos (21.006.424) e 587.066 óbitos na pandemia.