Série B

Paraná fura a defesa da Chape, mas cede empate na Vila Capanema

(Foto: Valquir Aureliano)

O Paraná Clube derrubou a muralha da Chapecoense, mas não conseguiu vencer. Mesmo jogando em casa, na Vila Capanema, o time paranaense amargou um empate em 1 a 1 contra a equipe catarinense, na noite desta terça-feira (29). A partida era válida pela 12ª rodada da Série B.

Com o resultado, o Paraná foi a 22 pontos, em 2º lugar. O Cuiabá, líder, tem 22 e leva a melhor no saldo de gols – ainda iria jogar nesta terça, contra o Náutico. A Ponte, que tem 21, joga nesta quarta-feira (30) contra o Cruzeiro, em Belo Horizonte. A Chape fecha o G4, com 19 pontos.

O Paraná abriu o placar aos 32 minutos do segundo tempo, com Gabriel Pires. Mas, aos 39, Bruno Silva empatou.

Veja AQUI as atuações dos jogadores do Paraná diante da Chapecoense

MURALHA

Apesar de ter levado um gol, a Chape ostenta a melhor defesa da Série B. Nas nove partidas anteriores que disputou na competição, o time catarinense havia sofrido só três gols.

TABELA

Na próxima sexta-feira (2), às 21h30, o Paraná enfrenta o Botafogo-SP, em Ribeirão Preto.

ESCALAÇÃO

O técnico Allan Aal teve o retorno do volante Jhony Douglas, que cumpriu suspensão na última rodada. Karl ficou no banco. Gabriel Pires foi escalado como meia-ponta pelo lado direito, apesar da perspectiva de Guilherme Biteco ser escalado. Já o zagueiro Fabrício, com dores na coxa, virou uma baixa de última hora. Hurtado entrou na zaga. “Temos que continuar jogando como estamos jogando, com inteligência. Vai ser um jogo difícil”, disse Allan Aal.

PRIMEIRO TEMPO

Desde o começo, o Paraná apostou no toque de bola, mas teve dificuldades diante da marcação por pressão da Chapecoense – inclusive no campo de defesa dos paranaenses. Apesar de tentar variar as investidas pelo meio e pelos lados, o time da casa não produziu praticamente nenhuma jogada ofensiva, pelo menos até os 42 minutos, quando Jean Victor mandou por cima do gol. Ao todo, foram apenas finalizações da equipe. A Chape, forte na defesa, criou mais chances, mas não mostrou pontaria.

SEGUNDO TEMPO

Para a etapa final, o Paraná voltou sem o zagueiro Salazar, que sentiu uma lesão. Roberto entrou – e estreou – na equipe. A postura mudou e o time ganhando terreno, mas ainda com dificuldades ante a marcação forte da Chape. O time da casa reclamou de um pênalti de Denner sobre Andrey, aos 12 minutos, mas nada foi marcado. Na Central do Apito, a ex-árbitra Nadine Basttos disse que a arbitragem acertou.

Allan Aal só foi mexer no time aos 28 minutos, quando Leo Castro entrou em lugar de Bruno Gomes. Quatro minutos depois, mas não por causa da alteração, o Paraná abriu o placar, com Gabriel Pires. A bola desviou em Anderson Leite e matou o goleiro João Ricardo (que teve rápida passagem pelo Paraná). Aos 39, porém, Bruno Silva – que havia entrado quatro minutos antes – tentou um cruzamento pelo lado esquerdo e a bola entrou direto. E o jogo terminou empatado.

ESTATÍSTICAS

No jogo, o Paraná somou 10 finalizações (2 certas), 50% de posse de bola, 84% de acerto nos passes e 6 escanteios. A Chapecoense obteve 9 finalizações (4 certas), 50% de posse de bola, 85% de acerto nos passes e 1 escanteio. Os números são do site Sofascore.

PARANÁ 1 x 1 CHAPECOENSE

Paraná: Alisson; Paulo Henrique, Salazar (Roberto), Hurtado e Jean Victor; Jhony Douglas e Higor Meritão; Gabriel Pires, Renan Bressan e Andrey; Bruno Gomes (Leo Castro). Técnico: Allan Aal
Chapecoense: João Ricardo; Ezequiel (Locatelli), Joílson, Luiz Otávio e Alan Ruschel; Ronei (Evandro) e Anderson Leite; Paulinho Moccelin (Felipe Garcia), Denner (Thiago Ribeiro) e Aylon (Bruno Silva); Anselmo Ramon. Técnico: Umberto Louzer
Gols: Gabriel Pires (32-2º), Bruno Silva (39-2º)
Cartões amarelos: Jhony Douglas, Paulinho Moccelin, Ronei, Anderson Leite, Joilson, Aylon. Paulo Henrique
Árbitro: Diego Pombo Lopez (BA)
Local: Vila Capanema, em Curitiba, terça-feira

LANCES DO JOGO

PRIMEIRO TEMPO

12 – Ronei cruza da direita. Anselmo Ramon, na risca da área, finaliza à direita do gol

14 – Aylon arrisca de fora da área. A bola vai sem força. Alisson defende no canto esquerdo

16 – Renan Bressan erra passe no meio. Anselmo Ramon fica com a bola e toca para Paulinho Moccelin, que toca para o chute de Alan Ruschel. A bola sai rente à trave esquerda

32 – Anselmo Ramon tenta o arremate de fora da área e manda por cima do gol

42 – Renan Bressan lança. Andrey e Ezequiel se embolam com a bola na pequena área. Andrey toca para trás e acha Jean Victor, que manda por cima do gol

44 – Andrey bate de fora da área, com curva. A bola vai sem força e João Ricardo pega

SEGUNDO TEMPO

2 – Jean Victor arrisca de fora da área e manda por cima

7 – Gabriel Pires perde a bola. Anselmo Ramon fica com ela e toca para Paulinho Mocccelin. Ele dá uma caneta em Higor Meritão e bate no ângulo, de fora da área. Alisson salta e defende

10 – Renan Bressan cruza. Andrey cabeceia, mas manda torto, longe do gol

17 – Aylon arranca em velocidade, passa por Jhony Douglas e finaliza de bico, já dentro da área. Alisson pega

19 – Andrey é derrubado por Ezequiel perto da área. Renan Bressan cobra a falta e manda por cima do gol

22 – Andrey recebe de Renan Bressan e cruza. Bruno Gomes quase na linha de fundo, finaliza. João Ricardo pega

32 – Gol do Paraná. Paulo Henrique recebe de Higor Meritão pelo meio e toca para Gabriel Pires, que domina e chuta. A bola desvia em Anderson Leite e entra

39 – Gol da Chapecoense. Bruno Silva tenta o cruzamento pelo lado esquerdo. Hurtado tenta cortar com o pé, mas não alcança. A bola vai direto a gol e entra no canto esquerdo do goleiro