Campeonato Paranaense

Paraná inicia disputa das quartas de final contra maior ‘carrasco’ dos últimos anos

O técnico do Paraná, Maurilio Silva
O técnico do Paraná, Maurilio Silva (Foto: Valquir Aureliano)

O Paraná Clube inicia nesta segunda-feira (17) a disputa das quartas de final do Campeonato Paranaense contra seu maior “carrasco” dos últimos anos, o Athletico. O jogo de ida começa às 14 horas, na Vila Capanema. A partida de volta está marcada para quinta-feira (20), às 16 horas.

Nos últimos 10 anos, o Paraná nunca chegou à final e foi apenas uma vez às semifinais – quando caiu diante do Athletico, em 2016. Nesse tempo, o time da Vila Capanema foi rebaixado à segunda divisão estadual (em 2011) e conseguiu o acesso no ano seguinte.  

Desde então, em oito Estaduais, cinco deles tiveram disputa de mata-matas em formato clássico, com quartas de final, semifinais e final. O Paraná nunca chegou à final. E em três vezes caiu diante do Athletico – exatamente o rival desta vez.

Em 2014, o Paraná chegou a somar a melhor campanha na primeira fase e nas quartas de final enfrentou o Athletico, que ficou em 8º lugar no geral. O jogo entre ambos na fase de grupos terminou com goleada paranista por 4 a 0. Nos mata-matas, o Paraná venceu o primeiro jogo, na Arena (2 a 1), mas perdeu por 2 a 0 na Vila Capanema e foi eliminado pelo saldo de gols.

Em 2016, os dois se encontraram nas semifinais e o Paraná caiu nos pênaltis, após uma vitória para cada lado (Athletico 2 a 1 na Arena e Paraná 1 a 0 na Vila).

Em 2017, o Paraná perdeu o primeiro jogo das quartas de final para o Athletico ao levar um gol de Eduardo da Silva aos 47 minutos do segundo tempo, na Arena da Baixada. Com a derrota de 1 a 0, o Paraná precisava vencer a segunda partida, na Vila Capanema, mas o placar terminou empatado sem gols.

Em 2013, o Paraná ficou em 4º lugar nas fases e acabou fora da final. E 2018 e 2019, o Estadual tinha dois turnos, com semifinais em cada turno. O Paraná só chegou a uma semifinal uma vez, no segundo turno de 2018, e caiu diante do Londrina.

“Vamos trabalhar muito. Clássico é clássico e vencerá a equipe que aproveitar melhor as oportunidades”, disse o técnico do Paraná, Maurilio Silva, sobre o confronto desta segunda-feira. Segundo ele, o campeonato está equilibrado. “Vou trabalhar minha equipe para fazer dois bons jogos e buscar a classificação”.

O time

Dos três times da Capital, o Paraná era o único que entrou na última rodada já classificado. No último jogo, Maurilio escalou um time reserva, que acabou derrotado pelo Operário por 1 a 0, no sábado (15). Para esta segunda-feira, ele deve contar com os retornos do lateral-direito Jailson, dos volantes Ramires e Moisés Gaúcho e do atacante Gustavinho, poupados neste sábado, além do meia-ponta Juninho (que cumpria suspensão).

Com a derrota, o Paraná terminou a primeira fase na 6ª posição, com 15 pontos. O Athletico somou 16 e ficou em 3º ao derrotar o Toledo por 1 a 0, fora de casa. Se não vencesse, o Furacão seria eliminado na primeira fase.

O destino do Paraná nos últimos 10 campeonatos estaduais

2011      Rebaixado à segunda divisão

2012      Campeão da segunda divisão, conseguiu o acesso

2013      Ficou em 4º lugar nas duas fases e acabou fora das finais

2014      Eliminado nas oitavas de final pelo Athletico

2015      Eliminado nas oitavas de final pelo Operário

2016      Eliminado nas semifinais pelo Athletico

2017      Eliminado nas oitavas de final pelo Athletico

2018      Eliminado nas semifinais do segundo turno pelo Londrina

2019      Não chegou a nenhuma semifinal de turno

2020      Eliminado nas oitavas de final pelo Coritiba

PARANÁ x ATHLETICO

Paraná: Bruno Grassi; Jailson, Micael, Hurtado e Bryan; Moisés Gaúcho e Ramires; Juninho, Maxi Rodriguez e Gustavo França; Gustavinho. Técnico: Maurílio
Athletico: Anderson; Marcinho, Felipe Aguilar, Zé Ivaldo e Nicolas; Alvarado e Kawan; Reinaldo, Jajá e Jaderson; Mingotti. Técnico: Bruno Lazaroni
Árbitro: José Mendonça da Silva Jr.
Local: Estádio Vila Capanema, em Curitiba, segunda-feira, às 14 horas