Paraná joga para não deixar o sonho virar utopia

O Paraná Clube entra em campo na noite desta terça-feira (12), a partir das 19h30, na Vila Capanema, para tentar reagir no campeonato e manter vivo o sonho de voltar a disputar em 2014 a Série A do Campeonato Brasileiro. Mas enquanto os donos da casa lutam para não deixar o sonho virar utopia, a Chapecoense luta para concretizar seu sonho e garantir o acesso três rodadas antes do fim do campeonato, encerrando com chave de ouro sua brilhante participação na Série B.

Com 62 pontos, a equipe catarinense aparece na 2ª colocação e precisa de uma vitória para já correr para o abraço. Já o Paraná, com 51, está no 10º lugar e tenta encerrar uma série de quatro jogos sem vitória. As chances de a equipe conseguir o acesso são pequenas: 6%. Mas no futebol, o que menos importa é a matemática.

"É uma decisão. E decisão não se joga, mas se ganha. Por muitas vezes no campeonato, jogamos muito, mas não conseguimos a vitória. Isso não pode voltar a acontecer", afirma o treinador paranista, Dado Cavalcanti.

Nas últimas dez rodadas, o Paraná venceu apenas duas vezes e empatou outras três, um aproveitamento de 30% dos pontos disputados. A única equipe que, no mesmo período, conquistou menos pontos foi o ASA, que somou duas vitórias e oito derrotas, um aproveitamento de apenas 20%.

"Os resultados não vieram nos últimos jogos por uma série de fatores. Mas não há corpo mole, o grupo está treinando com afinco, buscando o melhor, e uma vitória agora é tudo o que desejamos", destaca o meia Lúcio Flávio.

Alterações na equipe

Para a partida contra a Chapecoense, o treinador Dado Cavalcanti não contará com o zagueiro Alex Alves, suspenso pelo terceiro amarelo, o também zagueiro Anderson, o lateral-esquerdo Paulinho e o volante Cambará, todos no Departamento Médico.

O Paraná terá seis mudanças em relação ao último jogo. O goleiro Marcos, 37 anos, ganhará sua primeira chance na Série B. O zagueiro Alex Bruno – que chegou a atuar dez vezes no campeonato estadual – também será titular. O zagueiro Brinner e os atacantes Paulo Sérgio e Reinaldo são as outras novidades na escalação. Outra alteração é que Moacir passa do meio-campo para a lateral-direita, com a saída de Roniery.

Já na Chapecoense, Gilmar Dal Pozzo não contará com seis jogadores: Fabiano, Neném, Athos, Danilinho, Tiago Luis e Fabinho Alves.

Casa cheia

Para motivar a torcida a lotar uma vez mais a Vila Capanema, a diretoria paranista manteve a promoção e quem for ao estádio usando a camisa do clube ou da torcida organizada irá pagar meio- ingresso. O setor popular, que custa R$ 40, sai por R$ 20 nesse caso.

Em Curitiba
Paraná: Marcos; Moacir, Alex Bruno, Brinner e Henrique Ávila; Edson Sitta, Ricardo Conceição, Paulinho Oliveira e Lúcio Flávio; Paulo Sergio e Reinaldo. Técnico: Dado Cavalcanti
Chapecoense: Nivaldo; Fabiano, Rafael Lima, Dão e Radar; Wanderson, Paulinho Dias e Danilinho; Potita, Bruno Rangel e Soares. Técnico: Gilmar Dal Pozzo
Árbitro: Leandro Bizzio Marinho (SP)
Local: Vila Capanema, hoje às 19h30