Série B

Paraná muda meio time e perde para o Náutico em jogo de pênaltis polêmicos

Náutico 2x1 Paraná
Náutico 2x1 Paraná (Foto: Divugação/Caio Falcão/CNC)

O Paraná Clube perdeu por 2 a 1 para o Náutico, nessa sexta-feira (dia 8) à noite, em Recife, pela 33ª rodada da Série B. Com o resultado, o time paranaense ficou em 18º lugar, com 33 pontos, dentro da zona de rebaixamento. A equipe pernambucana subiu para a 15ª posição, com 38 pontos. Clique aqui para ver a classificação no site Srgoool.

Antes da partida, o Paraná tinha 75% de risco de rebaixamento. Veja a tabela com os jogos restantes do time na Série B.

Clique aqui para ver as ATUAÇÕES — notas para os jogadores do Paraná.

FASES
O Paraná é o lanterna do returno, com 1 vitória, 2 empates e 11 derrotas. O Náutico somou 4 vitórias, 2 empates e 1 derrota nas últimas 7 partidas. Como mandante, o time nordestino engatou uma série invicta de 8 partidas (5 vitórias e 3 empates).

DESEMPENHO
Em relação ao desempenho, o Paraná foi bem no início da partida, jogando com intensidade e de forma compacta. No entanto, o bom futebol durou pouco. Na metade do primeiro tempo, o Náutico já era superior e teve certa facilidade para empurrar o adversário para sua área.

TÉCNICO
O jogo marcou a estreia do técnico Márcio Coelho, ex-Figueirense. Ele substitui Gilmar Dal Pozzo, que pediu demissão após o empate em casa com o Botafogo-SP, na última segunda-feira (dia 4).

ESCALAÇÃO
Foram cinco mudanças na escalação em relação ao último jogo. As baixas no Paraná eram o lateral-direito Paulo Henrique, o zagueiro Rafael Lima e o volante Karl, todos suspensos. Os volantes Luan, lesionado, e Kaio, em processo de renovação contratual, eram outras baixas. Márcio Coelho deixou o lateral-esquerdo Jean Victor no banco. O centroavante Bruno Lopes (ex-Santa Quitéria) foi titular pela primeira vez.

ESQUEMA TÁTICO
O esquema tático era o 4-1-4-1, com Meritão como único volante. A linha do meio-campo tinha Andrey (esquerda) e Thiago Alves (direita) como extremos, além de Bressan e Pires centralizados. O ponta Andrew ficou improvisado como lateral-direito e o zagueiro Hurtado, como lateral-esquerdo.

COVID
O Náutico não tinha o técnico Helio dos Anjos na beira do gramado. O auxiliar Guilherme dos Anjos, filho do treinador, também está fora da partida. Os dois testaram positivo para Covid-19 e ficaram em isolamento. O mesmo ocorreu com três jogadores: o zagueiro Ronaldo Alves, o volante Djavan e o meia Wanderson. Outros desfalques eram o zagueiro Rafael Ribeiro e os laterais Hereda e Kevyn, todos suspensos, além de Matheus Carvalho (lesionado).

PRIMEIRO TEMPO
O começo do jogo teve domínio do Paraná, que era melhor na troca de passes no meio-campo e forte na marcação. O gol veio já aos 15, em cobrança de falta de Renan Bressan para a área e chute acrobático de Hurtado: 1 a 0. Depois disso, o Náutico foi melhorando aos poucos e conseguiu um pênalti polêmico a favor. O árbitro viu falta de Philipe Maia em Kieza e anotou a penalidade. O centroavante do Náutico chutou rasteiro e Renan defendeu. O Paraná até se defendia bem, mas não conseguia segurar a bola na frente. O Náutico pressionou e chegou ao empate aos 37, quando Bryan deu bom passe para Kieza, na área. Ele chutou no ângulo e fez 1 a 1.

SEGUNDO TEMPO
No intervalo, saiu Andrey e entrou o lateral-esquerdo Jean Victor. O esquema tático não mudou e Jean Victor ficou improvisado como extremo, na esquerda. O Náutico melhorou e a defesa do Paraná passou a cometer falhas graves. Aos 9, após bola nas costas da defesa, Kieza partiu livre, invadiu a área e caiu ao dividir com Renan. O árbitro marcou pênalti. Lance polêmico. Jean Carlos bateu no alto e Renan espalmou. O time da casa virou para 2 a 1 aos 18, após boa jogada de Vinícius pela esquerda, falha de Fabrício e finalização de Erick.

Aos 27, saíram Bruno Lopes e Thiago Alves. E entraram o centroavante Bruno Gomes e o volante Gabriel Kazu. O Paraná se perdeu em campo e não conseguiu atacar. Aos 35, entraram Biteco e Juninho.

ESTATÍSTICAS
Ao fim do jogo, o Paraná somou 9 finalizações (3 certas), 44% de posse de bola, 73% de acerto nos passes e 1 escanteio. O Náutico obteve 11 finalizações (6 certas), 56% de posse de bola, 80% de acerto passes e 8 escanteios. Os números são do site Sofascore.

NÁUTICO 2x1 PARANÁ
Náutico: Anderson; Bryan, Carlão, Camutanga e Igor Miranda (Renan Foguinho); Trindade (Jonatan), Rhaldney e Jean Carlos; Vinícius (Marcos Vinícius), Erick (Jorge Henrique) e Kieza. Técnico: Marcelo Rocha (interino)
Paraná: Renan, Andrew, Phillipe Maia, Fabrício e Hurtado (Biteco); Higor Meritão; Thiago Alves (Gabriel Kazu), Gabriel Pires (Juninho), Renan Bressan e Andrey (Jean Victor); Bruno Lopes (Bruno Gomes). Técnico: Márcio Coelho
Gols: Hurtado (15-1º), Kieza (37-1º) e Erick (18-2º)
Cartões amarelos: Philipe Maia, Gabriel Pires, Hurtado, Renan (P). Bryan, Rhaldney (N).
Árbitro: Alisson Sidnei Furtado (TO)
Local: Aflitos, em Recife (PE)

PRINCIPAIS LANCES
Primeiro tempo
15 - Gol do Paraná. Falta no meio-campo. Bressan lança para a área. Hurtado chega antes e chuta no canto.
22 - Gabriel Pires chuta de fora da área. A bola passa perto.
33 - Kieza se joga na área ao disputar lance com Philipe Maia. O árbitro marca pênalti. Lance polêmico. Kieza bate rasteiro, quase no centro, e Renan defende.
37 - Gol do Náutico. Bryan enfia. Kieza recebe no bico da área e chuta forte. A bola entra no ângulo.
39 - Falta no meio-campo. Bressan lança para a área. Fabrício cabeceia e o goleiro segura, quase no centro.

Segundo tempo
7 – Boa jogada do Náutico. Erick enfia. Kieza recebe na área e rola para Vinícius, que fica na cara do gol. Ele chuta e Renan faz boa defesa.
9 – Bola nas costas da defesa. Kieza parte livre, invade a área e cai ao dividir com Renan. O árbitro marca pênalti. Jean Carlos bate no alto. Renan espalma.
18 - Gol do Náutico. Vinícius avança pela ponta e cruza. Fabrício fura e Erick fica livre para chutar no canto.
21 – Renan Bressan chuta de longe. A bola passa perto.
38 - Juninho faz boa jogada e cruza na medida. Bruno Gomes se atrapalha ao dominar a bola, na cara do gol, e acaba desarmado.