Publicidade
Integração social

Paraná será uma das sedes da Copa do Mundo dos Refugiados 2019

O Paraná será uma das sedes da Copa do Mundo dos Refugiados 2019, evento promovido e coordenado pela ONG África do Coração, em parceria com a Ponto Agência de Inovação Social e com o apoio institucional da Agência da ONU para Refugiados (Acnur) e da Secretaria de Estado da Justiça, Família e Trabalho. O objetivo é a integração social dos migrantes e refugiados que encontraram no Brasil a esperança de reconstruir suas vidas.

A etapa paranaense será realizada nos dias dia 24 e 25 de agosto. A seleção campeã ganhará a taça e uma viagem ao Rio de Janeiro para disputar a final nacional, que será realizada no Estádio Jornalista Mário Filho (Maracanã), em setembro.

“Já temos quatro equipes inscritas e nossa meta é chegar a oito”, conta o coordenador da Política Pública para Refugiados, Migrantes e Apátridas da Secretaria de Justiça, Família e Trabalho, João Guilherme de Mello Simão.

O local dos jogos ainda está sendo definido. Além do torneio, o evento terá palestra e roda de conversas sobre refúgio e passeios e brincadeiras com crianças refugiadas.

APOIOS - A Federação Paranaense de Futebol (FPF) vai contribuir com materiais esportivos e também cederá a arbitragem para os jogos. A Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR) vai patrocinar o deslocamento do time campeão da etapa paranaense ao Rio de Janeiro, para disputar a final da Copa.

E a Superintendência do Esporte do Governo do Paraná também dará apoio institucional e doará material esportivo para as equipes participarem do certame.

As inscrições podem ser feitas neste link.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES