Publicidade
No Maranhão

Paraná tem desempenho pífio, perde e está fora da Copa

Paraná tem desempenho pífio, perde e está fora da Copa

O Paraná Clube está fora da Copa do Brasil 2018. A eliminação ocorreu nessa quinta-feira (dia 22) à noite, em São Luís (MA), com a derrota por 1 a 0 para o Sampaio Corrêa, na partida única da segunda fase da competição. Agora, na terceira fase, o time do Maranhão vai enfrentar a Ponte Preta, que eliminou a Inter de Limeira-SP.

Com isso, o Paraná deixa a Copa do Brasil acumulando R$ 1,8 milhão em cotas (R$ 880 mil pela primeira fase e R$ 950 pela segunda). Se tivesse alcançado a terceira fase, levaria mais R$ 1,4 milhão.

O time paranaense segue com números negativos em 2018. Até agora, tem uma vitória, três empates e quatro derrotas na temporada.

A equipe foi comandada interinamente nessa quinta-feira pelo auxiliar Ademir Fesan. Ele substituiu Wagner Lopes, demitido na semana passada.

Após o jogo, o diretor executivo do Paraná, Rodrigo Pastana, falou sobre a procura por um novo técnico e destacou pontos positivos da atuação no Maranhã.

RETROSPECTO
O Paraná nunca tinha perdido para o Sampaio Corrêa. Nos seis confrontos anteriores, foram quatro vitórias paranaenses e dois empates.

FASE
O Sampaio Corrêa faz um bom início de temporada, com seis vitórias, dois empates e uma derrota. Lidera o campeonato estadual e o Grupo D da Copa Nordeste.

DESEMPENHO
O Paraná teve desempenho pífio na partida. Foi fraco defensivamente e cedeu cinco grandes chances de gol dentro da área para o adversário. Os laterais foram nulos no apoio e os volantes não souberam dar mobilidade ao meio-campo. O setor ofensivo foi previsível e facilmente marcado pelo adversário. De positivo, apenas a atuação do goleiro Thiago Rodrigues e o esforço de Zezinho no meio-campo

ARBITRAGEM
O árbitro marcou pênalti para o Sampaio aos 24 do 2º. No lance, Marlon chutou e a bola bateu na mão do zagueiro Neris. O toque é claro. No entanto, o braço do jogador do Paraná está bem próximo ao corpo, sem intenção de bloquear a jogada. Lance polêmico.

ESCALAÇÃO
O Paraná não tinha o zagueiro Charles, o lateral-direito Alemão e o meia Matheus Pereira, todos lesionados. O goleiro Richard voltou a ser relacionado, após se recuperar de lesão, mas ficou no banco. O meia Carlos Eduardo e o lateral-esquerdo Baez estrearam pelo clube paranaense, entrando no segundo tempo. O atacante Rodrigo Carioca, dos juniores, fez sua primeira partida como profissional, também entrando na etapa final. O esquema tático foi o 4-1-4-1 – a linha de quatro meias tinha Lucas Fernandes (direita), Zezinho (centro), Wesley Dias (centro) e Diego (esquerda).

PRIMEIRO TEMPO
O Paraná adotou postura defensiva e ficou recuado. O Sampaio tomou conta do jogo e pressionou. Foram duas chances dentro da área. Aos 31, Fumaça driblou dois e colocou Uilliam na cara do gol. Ele chutou para fora. Aos 43, Marlon chutou perto. Nos demais lances, o time maranhense incomodou com bolas altas para a área, chutes de longa distância e em cobranças de falta do lateral Juunior Rocha. O time paranaense praticamente não jogou. Quando tinha a bola, enfrentava dificuldades passar do meio-campo.

SEGUNDO TEMPO
Na volta do intervalo, o Paraná mudou o esquema para o 4-2-3-1. Wesley e Vilela ficaram como volantes. E Zezinho avançou, como meia ofensivo pelo centro. A postura da equipe mudou, jogando mais avançada e tentando controlar o meio-campo. O jogo ficou equilibrado, mas as melhores chances seguiam com o Sampaio. Aos 13, Márcio salvou o time paranaense, tirando a bola em cima da linha. Aos 14, entrou o meia Carlos Eduardo no lugar do lateral Junior. Com isso, Wesley passou para a lateral e Zezinho voltou a ser volante. Aos 17, Uilliam perdeu outro gol feito, chutando em cima do goleiro Thiago Rodrigues.

GOL DO SAMPAIO
O gol do Sampaio veio aos 27, em cobrança de pênalti de Uilliam. Em seguida, o Paraná mudou, tirando o ponta Lucas Fernandes e colocando o atacante Rodrigo Carioca. O time paranaense até conseguiu incomodar um pouco, mas não teve qualidade no setor ofensivo. O lateral Baez entrou no jogo aos 42 para a saída de Leandro Vilela.

SAMPAIO CORRÊA 1 x 0 PARANÁ
Sampaio Corrêa: Andrey; Junior Rocha, Maracas, Joécio e Kaike (Cesar Sampaio); Silva, Fernando Sobral, Iury e Marlon e Fumaça; Uilliam. Técnico: Francisco Diá
Paraná: Thiago Rodrigues; Junior (Carlos Eduardo), Neris, Márcio e Mansur; Leandro Vilela (Baez), Wesley Dias, Lucas Fernandes (Rodrigo Carioca), Zezinho e Diego; Zé Carlos. Técnico: Ademir Fesan
Gol: Uilliam (27-2º)
Cartões amarelos: Zé Carlos (P). Andrey (SC).
Árbitro: Emerson de Almeida Ferreira (MG)
Público: 4.448 pagantes (5.690 total)
Renda: R$ 58.245,00
Local: Estádio Castelão, em São Luís (MA)

PRINCIPAIS LANCES
Primeiro tempo
8 – Junior Rocha cruza com perigo. Neris tira na pequena área.
21 – Fernando Sobral chuta forte, de fora da área. Thiago Rodrigues segura.
28 – Falta de média distância. Junior Rocha chuta forte, com efeito. Thiago Rodrigues rebate.
29 – Wesley Dias chuta de longe. A bola passa perto.
31 – Fumaça dribla dois e rola para Uilliam, que sai na cara do gol. Ele chuta para fora e perde grande chance.
33 – Junior Rocha chuta de fora da área. A bola passa perto.
40 – Falta próxima à área. Junior Rocha acerta o ângulo. Thiago Rodrigues espalma.
43 – Marlon invade a área e chuta cruzado. A bola passa perto.

Segundo tempo
13 – Uilliam invade a área e chuta. A zaga tira mal. Marlon chuta. Márcio salva duas vezes. Fumaça pega o rebote e chuta para fora.
17 – Marlon dá belo passe. Uilliam sai na cara do gol e chuta. Thiago Rodrigues salva.
24 – Marlon chuta e a bola bate na mão de Neris. Lance polêmico.
27 – Gol do Sampaio. Uilliam bate à esquerda do goleiro, que cai para a direita.
28 – Marlon cruza. Uilliam chuta ao lado do gol.
30 – Falta de longa distância. Zezinho lança para a área. Neris cabeceia perto.
35 – Falta de média distância. Zezinho chuta no canto. O goleiro espalma.

DESTAQUES DOS EDITORES