Transporte público

Paraná vai licitar linhas metropolitanas na RMC

O Governo do Paraná, através da Sedu/Comec, vai anunciar em março a licitação das 78 linhas de ônibus não integradas na região metropolitana de Curitiba. Atualmente, 14 empresas operam o sistema que transporta 150 mil passageiros por dia. Além de Curitiba, as linhas atendem as cidades de São José dos Pinhais, Campo Largo, Balsa Nova, Araucária, Colombo, Almirante Tamandaré, Quatro Barras, Piraquara, Bocaiúva do Sul, Campina Grande do Sul, Itaperuçu, Rio Branco do Sul, Quitandinha, Fazenda Rio Grande, Mandirituba, Contenda e Agudos do Sul. A Sedu e a Comec estão nos detalhes finais do edital que será lançado no máximo até março.

O anúncio da licitação é feito dois meses após serem divulgados os resultados da pesquisa Origem-Destino, lançada em março do ano passado e que revelou que o volume de passageiros da Região Metropolitana de Curitiba (RMC) é bem maior do que que se estimava anteriormente - 31,2% do total, contra 21,7% estimado até então pela Comec. Segundo a Secretaria do Desenvolvimento Urbano (Sedu), o estudo "faz parte da construção do melhor modelo para a concessão".

Atualmente, as empresas de ônibus que atuam na Região Metropolitana de Curitiba operam com autorizações, o que contraria a Constituição Federal de 1988 e a Lei de Licitações 8.666, já que empresas privadas que prestam serviços públicos devem atuar após concorrência, com a escolha da melhor proposta e do menor preço.