Publicidade
Série B

Paraná vê ‘bipolaridade’ de gols em jogos em casa e fora

Jeninson: um gol na Vila Capanema
Jeninson: um gol na Vila Capanema (Foto: Geraldo Bubniak)

O Paraná Clube vê uma espécie de “bipolaridade” de gols nos jogos em casa e fora de casa nesta Série B. Na Vila Capanema, o time marca poucos gols mas por outro lado consegue manter-se invicto – ainda não levou gols em casa. Fora de casa, a situação é inversa: muitos gols pró e muitos gols contra.

Nos quatro jogos em casa, o time derrotou o CRB e o Operário de Ponta Grossa por 1 a 0. E empatou em 0 a 0 com o Guarani e o Oeste. De todos na Série B, o Paraná é o único que ainda não levou gols em seus domínios – e todos já disputaram pelo menos quatro partidas em casa, à exceção de Vitória e América-MG (três jogos cada).

Fora de casa, o time sofreu a sua única derrota até agora na Série B – 4 a 2 para a Ponte Preta, de virada, em Campinas – mas também conseguiu sua vitória mais brilhante na competição: 3 a 2 sobre o Coritiba, de virada, no Couto Pereira. Ainda obteve empates em 1 a 1 contra Vila Nova-GO e Cuiabá, depois de ter saído atrás no placar.

“A vitória no clássico nos trouxe confiança. Estávamos precisando vencer, o grupo estava se portando bem, mas os resultados não vinham”, disse o zagueiro Rodolfo, através de sua assessoria.

Durante a pausa da Série B, para a disputa da Copa América no Brasil, o defensor projeta que a força da defesa em casa será útil até para ajudar o ataque a marcar mais gols. “É fundamental ser forte lá atrás para o ataque poder trabalhar lá na frente”, afirmou ele.

O Paraná volta a campo apenas em julho, em data ainda a ser confirmada pela CBF. O adversário será o Bragantino, na Vila Capanema.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES