Contas

Paranaenses encerram 2021 mais endividados, mostra pesquisa

O nível de endividamento médio das famílias paranaenses em 2021 voltou ao mesmo patamar de antes da pandemia. De acordo com a Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic), divulgada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) e pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Paraná (Fecomércio PR), a média anual de endividamento no Paraná foi de 90,4%, percentual superior a 2020 (89,6%) e igual ao registrado em 2019 (90,4%).

O índice de endividados no estado ficou bastante acima da média brasileira, que chegou em 76,3%, a maior em 11 anos da pesquisa. O cartão de crédito foi o grande motivo do endividamento, ao concentrar, em média, 71,9% das dívidas dos paranaenses em 2021.

Os paranaenses também encerraram 2021 com mais dificuldades no pagamento das dívidas. Os percentuais de famílias sem condições de pagar suas dívidas e das que não terão condições de pagar voltaram a crescer após seis meses de queda. Em dezembro, 19,3% dos endividados estavam com as contas em atraso e 6,3% reconheciam que não teriam condições de quitar seus débitos.