Justiça

Parceria entre Celepar e TJPR busca inovar na prestação de serviços judiciários

(Foto: Celepar)

A Celepar assinou um termo de cooperação técnica com o Tribunal de Justiça do Estado do Paraná (TJPR) com o objetivo de promover uma troca de experiências entre as instituições, além de buscar soluções inovadoras na prestação de serviços judiciários. A assinatura ocorreu durante o evento Valorização - Jornada de Ideação da Magistratura com Foco no Trabalho de Direção do Fórum, em Foz do Iguaçu. -  Foz do Iguaçu, 22/10/2021 - Foto: Celepar© CELEPAR

A Celepar assinou um termo de cooperação técnica com o Tribunal de Justiça do Estado do Paraná (TJPR) com o objetivo de promover uma troca de experiências entre as instituições, além de buscar soluções inovadoras na prestação de serviços judiciários. A assinatura ocorreu durante o evento Valorização - Jornada de Ideação da Magistratura com Foco no Trabalho de Direção do Fórum, em Foz do Iguaçu.

"A parceria desenvolvida com a Celepar tem sido de extrema importância para o Tribunal e também para a nossa gestão, que tem como um dos focos a inovação. Por meio desse novo acordo, poderemos contar com o apoio da Celepar para a implementação de uma cultura de inovação dentro de todo o TJPR, aprimorando a prestação dos serviços para aqueles que procuram o Judiciário”, enalteceu o presidente do TJPR, desembargador José Laurindo de Souza Netto.

Segundo o presidente da Celepar, Leandro Moura, estreitar parcerias no Estado é fundamental. "O acordo representa o fortalecimento e o potencial de novas soluções que possam surgir tanto com o uso da tecnologia como de metodologias em oficinas que estamos ministrando, em conjunto com grandes mentes e magistrados do Judiciário. A ideia é deixar um legado entre as instituições”, disse.

Representada pelo presidente da empresa, Leandro Moura, e pelos colaboradores Mauro Sorgenfrei e Rainer Junges, a Celepar está promovendo oficinas de sprints com o uso de uma série de metodologias para construir soluções no evento, ampliando a gama de serviços que o Judiciário já oferece. A companhia ajudou também na concepção do Ateliê de Inovação do TJPR, que converge com a busca por serviços inovadores.

"Essas oficinas de aceleração ajudam a agilizar e desburocratizar processos. Já tivemos grandes experiências no Estado, como no aplicativo da Paranaprevidência, que trouxe serviços online de uma forma fácil e segura aos aposentados e pensionistas do órgão. Nos sprints, equipes da instituição são envolvidas para mensurar as necessidades e desafios a serem trabalhados, buscando soluções de uma forma ágil e mais assertiva, e que podem auxiliar o TJPR a aproximar ainda mais a justiça da população”, ressaltou Moura.

EVENTO

Promovido pela Escola Judicial do Paraná (EJUD-PR) e pelo Ateliê de Inovação do TJPR, o evento é composto de palestras e dinâmicas em grupos, com o intuito de difundir o Programa de Valorização da Magistratura Paranaense e possibilitar que magistradas e magistrados que atuam como diretoras e diretores de fóruns tenham melhores condições de aplicar os saberes adquiridos nas suas respectivas unidades.

PROGRAMA

O Programa de Valorização da Magistratura foi criado em junho de 2012 pelo Conselho Nacional de Justiça, com a intenção de promover diálogo e troca de experiências, e também para propor ações que auxiliem juízas e juízes a exercerem suas funções de modo mais eficiente.