Publicidade
Infraero

Passageiros apontam Afonso Pena como o segundo melhor do Brasil

(Foto: Divulgação/Infraero)

O Aeroporto Internacional de Curitiba/São José dos Pinhais - Afonso Pena, foi o segundo mais bem avaliado do Brasil no primeiro trimestre de 2019, de acordo com a Pesquisa de Satisfação de Passageiros e de Desempenho Aeroportuário, na categoria de 5 a 15 milhões de passageiros ao ano, divulgada nesta quarta-feira (24) pela Secretaria de Aviação Civil do Ministério da Infraestrutura. Clique aqui para acessar a pesquisa completa.

A avaliação deu ao terminal curitibano a nota de 4,73 em uma escala onde a pontuação máxima é 5. A pesquisa avalia trimestralmente os 20 aeroportos com maior movimentação no Brasil. Juntos, eles são responsáveis por 87% do fluxo de passageiros no país.

“Esse resultado demonstra que a Infraero tem uma capacidade de gestão reconhecida pelos os passageiros e que alinha eficiência, dedicação, profissionalismo e o comprometimento de todos na prestação de serviços e no atendimento de qualidade aos usuários do terminal”, afirma o superintendente do Afonso Pena, Antonio Pallu.

O Aeroporto de Curitiba foi avaliado em 38 indicadores, sendo 37 de processos e um de satisfação geral. Destes, 34 estão acima da meta de 4 pontos estabelecida pelo Governo Federal. Ainda dentro desses números, o Afonso Pena tem as maiores notas entre todos os participantes para tempos de fila de inspeção de segurança na aduana e emigração, disponibilidade de tomadas e assentos na sala de embarque; cordialidade dos funcionários da aduana e imigração; qualidade da sinalização do aeroporto e das instalações de estacionamento de veículos, além de disponibilidade de transporte público para o aeroporto.

Desde o início da pesquisa, em 2013, o Afonso Pena é historicamente um dos mais premiados aeroportos, tendo ficado na primeira posição por diversas vezes. Em 2018, o terminal foi eleito o melhor do país no primeiro e segundo trimestre. Este ano, a diferença para Viracopos (SP), que ficou em primeiro, foi de apenas quatro centésimos.

Para a presidente da Infraero, Martha Seillier, a pesquisa, além de ajudar a conhecer melhor a percepção do passageiro, estimulou uma competição saudável entre os aeroportos na busca por melhores resultados. “Ela tem fomentado uma concorrência por melhores resultados, o que é muito bom para todos, para a Rede Infraero e para os nossos usuários. A gente brinca que é o Oscar da aviação civil e todo mundo quer ganhar esse prêmio”, disse.

Já o secretário de Aviação Civil, Ronei Glanzmann, destacou que o desempenho dos aeroportos da Infraero é sinal de resultado das diretrizes de gestão para o setor aeroportuário. “Conseguimos, enquanto promotores de política pública, atingir nossa meta, com a avaliação média do passageiro acima da nota 4,0, em relação aos aeroportos pesquisados”, avaliou.

Atendimento de qualidade

O Aeroporto Internacional Afonso Pena tem capacidade para receber 14,8 milhões de passageiros por ano. Cerca de 179 voos operam diariamente no terminal, transportando aproximadamente 17 mil passageiros entre embarques e desembarques, número que o coloca como um dos mais movimentados do Brasil.

Em 2018, registrou quase 6,3 milhões de passageiros entre embarques e desembarques. Atualmente, seis companhias aéreas operam no terminal paranaense: Aerolineas Argentinas, Paranair, Avianca, Azul, Gol e Lata, que ligam Curitiba a diversos destinos brasileiros, como: Congonhas (SP), Guarulhos (SP), Campinas (SP), Porto Alegre (RS), Santos Dumont (RJ), Galeão (RJ), Brasília (DF), Foz do Iguaçu (PR), Maringá (PR), Cascavel (PR), Londrina (PR) e também a destinos internacionais, como Buenos Aires, na Argentina, e Assunção, no Paraguai, além das conexões.

DESTAQUES DOS EDITORES