Publicidade
Revitalização

Passeio Público passa por reforma e terá centro de convivência e eventos

(Foto: Lucilia Guimarães/SMCS)

Mais uma etapa dos trabalhos de revitalização do Passeio Público, primeiro parque e primeiro zoológico da cidade, começaram nesta segunda-feira (18/3). Trata-se, agora, da implantação da Praça do Passeio, uma área comum de convivência, que visa resgatar a identidade e o valor histórico do local, inaugurado em 1886.

A praça ficará à beira do lago, onde já funcionaram uma casa de barcos e um restaurante. A ideia é promover a integração visual do parque, além de favorecer a circulação de pessoas e, ainda, a possibilidade de sediar eventos itinerantes da vida cultural e gastronômica da capital paranaense.

A secretária municipal do Meio Ambiente, Marilza Oliveira Dias, destaca que os trabalhos fazem parte de um projeto amplo e que contempla a recuperação de toda a região Central de Curitiba. Na lista entram o novo espaço cultural Cine Passeio, onde ficava o antigo quartel do Exército na Rua Riachuelo; e a revitalização de fachadas de prédios históricos, dentro do programa Rosto da Cidade.

“Apenas no Passeio Público, as equipes do Meio Ambiente estão trabalhando desde agosto de 2017, quando começamos a limpar e recuperar o fundo do primeiro dos três lagos. É um esforço para devolver a área de lazer que está na memória de tantos curitibanos”, explica Marilza.

A praça

A implantação do novo espaço começa com o desmonte da estrutura existente, formada por uma cobertura de madeira e algumas paredes de alvenaria. A edificação não faz parte da paisagem original, conforme constatado pela Coordenação do Patrimônio Cultural da Secretaria de Estado da Cultura, que acompanha as intervenções no parque, bem tombado desde 1999.

De acordo com o diretor de Parques e Praças da Secretaria, Jean Brasil, a previsão é para que a área esteja à disposição da população no final do mês de abril. “O material retirado será levado para a oficina do Departamento de Parques e Praças da Secretaria do Meio Ambiente para que seja reutilizado na recuperação e conserto de equipamentos de áreas públicas da cidade, como bancos e floreiras”, esclarece o diretor.

Passeio renovado

Além do conserto de rachaduras, impermeabilização e limpeza do fundo dos lagos, foi revitalizada a fonte que homenageia o príncipe dos poetas, Emiliano Perneta, na Ilha da Ilusão, com a colocação de um novo piso de concreto, pedras e placas recuperadas.

Foram feitos, ainda, no Passeio Público, a reforma e pintura dos recintos dos animais e recuperação do playground e de outros atrativos, como a ponte pênsil. A instalação de um módulo da Guarda Municipal também faz parte do projeto de revitalização do parque.

Para Cynthia Juraszek Maia Batista, assessora do gabinete do prefeito Rafael Greca, trata-se de um trabalho para resgatar um ícone de lazer das famílias curitibanas. “O prefeito quer trazer mais vida para o Centro da cidade e fazer com que o Passeio Público volte a ser opção de lazer para os curitibanos e de diversão para os curitibinhas. É uma prioridade”, diz Cynthia.

Equipes fazem manejo das árvores do Passeio Público

Pelos próximos dois meses, todas as segundas-feiras, em que o Passeio Público fica fechado para manutenção, equipes farão o manejo da arborização do local. As cerca de 1,5 mil árvores do parque receberão podas de limpeza e segurança.

“O trabalho vai promover a retirada de brotações e galhos secos que tenham risco de queda”, conta a gerente de Parques da Secretaria, Walquíria Pizzatto Lima. Quatro árvores desvitalizadas serão removidas.

Dentro das ações de revitalização do Passeio está previsto um novo paisagismo com o plantio de novas árvores.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES